Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mancini aprova exibição do Cruzeiro e minimiza cobranças da torcida

O técnico Vágner Mancini considerou a apresentação do Cruzeiro, na vitória por 4 a 2 contra o Nacional, como a melhor exibição da Raposa, até o momento, na temporada. Segundo ele, o time celeste tomou um susto com a virada no placar, mas conseguiu buscar forças para retomar à frente no marcador.

‘O time fez a melhor apresentação, mas errou feio em dois lances que fizeram com que um jogo teoricamente fácil ficasse dificílimo. Aí você tem que depositar uma força extra, mexer na equipe de uma forma mais ofensiva. Valeu o resultado, valeu a vitória, atingimos o objetivo, sabíamos que teríamos dificuldades, mas não tantas’, declarou.

Questionado se o Cruzeiro teve sorte para conseguir reverter o placar, depois de tomar a virada, Mancini afirmou que a equipe venceu por méritos. ‘Competência do time. Não podemos dizer que uma virada dessa é sorte. Era para ser simples, tive que mexer para tornar o time ofensivo. Valeu o resultado’, disse o treinador.

Após o segundo o gol da equipe de Nova Serrana, a torcida cruzeirense, presente no estádio Farião, em Divinópolis, começou a gritar o nome do técnico Vanderlei Luxemburgo, que dirigiu a Raposa em 2003. Na coletiva após o jogo, Vágner Mancini preferiu minimizar a situação, e afirmou que os pedidos de Luxemburgo têm dado sorte para ele.

‘Estou achando que está dando sorte, sempre que quiserem gritar, fiquem muito à vontade, se a gente virar o resultado ou fizer o resultado, ótimo’, comentou.