Clique e assine com 88% de desconto

Manchester United segue liderando lista de equipes mais valiosas do esporte

Por Da Redação - 17 jul 2012, 15h56

Nova York, 17 jul (EFE).- O futebol mostrou força e voltou a liderar a lista das ’50 Mais valiosas equipes esportivas’, divulgada nesta terça-feira pela revista americana Forbes, que é liderada pelo mais uma vez pelo Manchester United, seguido pelo Real Madrid, que superou o Dallas Cowboys, do futebol americano.

Os ‘Diabos Vermelhos’, propriedade da família Glazer, foram avaliados em US$ 2,230 bilhões (R$ 4,5 bilhões). O clube se prepara para lançar cotas em Wall Street, em uma tentativa de reduzir sua dívida, que chega a US$ 663 milhões (mais de R$ 1,3 bilhão).

Logo atrás aparece o Real Madrid, avaliado em US$ 1,880 bilhão (mais de R$ 3,83 bilhões). O clube é o que apresentou maiores lucros desde o ano passado, o que fez a equipe espanhola subir do quinto para o segundo lugar.

Ainda no futebol, aparecem dois clubes no top-10 das equipes mais valiosas, o Barcelona, oitavo colocado, com US$ 1,31 bilhão (cerca de 2,67 bilhões) e o Arsenal, que é o 10º colocado, avaliado em US$ 1,29 bilhão (R$ 2,62 bilhões).

Publicidade

Ainda estão na lista da Forbes, entre as 10 primeiras colocações: New York Yankees (US$ 1,85 bilhão), Dallas Cowboys (US$ 1,85 bilhões), Washington Redskins (US$ 1,56 bilhões), Los Angeles Dodgers (US$1,4 bilhões), New England Patriots (US$ 1,4 bilhões) e New York Giants (US$ 1,3 bilhões).

Exceto Yankees e Dodgers, que são equipes de beisebol, todas as demais disputam a liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos. A NFL, inclusive, tem todas as suas 32 equipes aparecendo na lista das 50 mais valiosas do esporte mundial.

Os finalistas da última edição da Liga dos Campeões da Europa também aparecem na relação da publicação. O campeão, Chelsea, é o 45º, avaliado em US$ 761 milhões (R$ 1,55 bilhão). O vice, Bayern de Munique, aparece bem a frente, em 11º, com valor estimado de US$ 1,23 bilhão (R$ 2,5 bilhões).

Esportes tradicionais como Fórmula 1 e basquete aparecem na lista da publicação americana, com Ferrari (15ª posição), avaliada em US$ 1,1 bilhão (R$ 2,241 bilhões), Maclaren (40ª), com US$ 800 milhões (R$ 1,63 bilhão), e o Los Angeles Lakers (35ª), com valor de US$ 900 milhões (R$ 1,833 bilhão). EFE

Publicidade