Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maior medalhista da Espanha desiste da Rio-2016 e se aposenta aos 32 anos

Canoísta Davi Cal deixou o esporte com cinco medalhas olímpicas

O esporte espanhol foi surpreendido nesta quarta-feira com a aposentadoria repentina de um de seus mais importantes nomes. O canoísta David Cal, maior medalhista do país na história dos Jogos Olímpicos, decidiu encerrar sua carreira aos 32 anos. Com isso, ele abriu mão de disputar sua quinta Olimpíada, ano que vem, no Rio de Janeiro.

De acordo com a imprensa espanhola, a falta de motivação teria sido o principal fator para a aposentadoria de David Cal. Ele estava morando no Brasil há mais de um ano, treinando justamente para os Jogos do Rio, e a saudade de casa parece ter sido maior do que o desejo de disputar o evento no ano que vem.

Leia também:

Rio-2016: projeção coloca Brasil na 8ª posição do quadro de medalhas

Brasil já tem mais da metade das vagas garantidas

A 500 dias da Olimpíada, Rio acelera obras

Rio-2016 divulga calendário de eventos-teste dos Jogos

“Ele é o esportista que trouxe mais resultados à equipe espanhola em Jogos Olímpicos, em Campeonatos Mundiais e da Europa. Tinha o desafio de conseguir mais resultados nos Jogos do Rio e se mudou para o Brasil para seguir as instruções de seu treinador. O Comitê Olímpico Espanhol só pode agradecê-lo por todo trabalho que fez, apoiá-lo em sua decisão, que é muito dura para ele, e fazer uma homenagem carinhosa no dia 13 de abril por toda sua carreira esportiva”, disse o presidente do Comitê, Alejandro Blanco.

Cal esteve em quatro Olimpíadas (foi reserva na primeira, em Sydney-2000) e conquistou cinco medalhas olímpicas na carreira – quatro de prata (uma em Atenas-2004, duas em Pequim-2008 e uma em Londres- 2012) e uma de ouro, na prova de um quilômetro da categoria C-1, em Atenas. O canoísta ainda tem cinco medalhas em Mundiais, com destaque para o ouro conquistado em Duisburgo, em 2007.

(Com Estadão Conteúdo)