Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Magnano vê falta de entrosamento na estreia e desconhece time dos EUA

O Brasil teve dificuldade para vencer o Uruguai na estreia nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, nesta quarta-feira. Após o triunfo por 80 a 71 no basquete masculino, o técnico Ruben Magnano encarou com naturalidade a falta de entrosamento da equipe e admitiu desconhecer os Estados Unidos, próximo rival no México.

‘Acho que não nos preparamos o suficiente para chegar ao Pan-americano com um entrosamento de 100% e vamos encontrar esse entrosamento jogo a jogo’, declarou o comandante. O duelo dos brasileiros com os norte-americanos será realizado já nesta quinta-feira.

‘Neste momento, não conheço nada [dos Estados Unidos]. Sei apenas que é um time de estudantes e por isso vou ficar observando o jogo deles hoje [contra a República Domicana]. Eles jogaram um amistoso muito físico contra Porto Rico, mas tática e tecnicamente não posso falar nada’, afirmou.

Responsável por 15 pontos e oito rebotes, Guilherme Giovannoni foi o destaque do confronto entre Brasil e Uruguai. O jogador também já esperava uma certa dificuldade em termos de entrosamento e viu a estreia como uma chance de melhorar neste aspecto. Apesar de não conhecer o próximo rival, ele já pensa no que fazer.

‘É claro que não é a primeira força deles, mas esperamos uma equipe que joga na força física, na velocidade, forçando sempre os rebotes ofensivos. Vamos precisar prestar atenção nesse tipo de coisa. Será mais uma partida difícil’, declarou o jogador do Brasília.

Um dos mais experientes ao lado de Giovannoni, Nezinho também fez suas previsões. ‘É outra seleção que joga duro na defesa. Vai complicar nosso jogo e acho que teremos uma partida parecida com a de hoje, muito dura defensivamente. Precisaremos de muita cabeça para diminuir os nossos erros’, opinou.

Para completar a ala dos experientes, Marcelinho Machado lembrou que todos os confrontos são fundamentais em um torneio como o Pan. ‘Cada jogo pode valer uma melhor colocação. Primeiro, temos que fazer nossa parte no grupo e ganhar os jogos que pudermos para que possamos pegar um cruzamento melhor’, declarou o atleta, responsável por 12 pontos na estreia.