Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Magnano celebra vitória, mas pede consistência à seleção

Seleção brasileira de basquete venceu o México por 87 a 82, nesta terça

O técnico Rubén Magnano não pareceu satisfeito com o desempenho da seleção brasileira masculina de basquete, mesmo com a vitória por 87 a 82 sobre o México, em amistoso na noite de terça-feira, em São Paulo. Apesar de comemorar o resultado, o treinador argentino não escondeu a preocupação com a irregularidade da equipe e cobrou mais consistência para a Copa América da Venezuela, entre 30 de agosto e 11 de setembro.

Leia também:

Brasil vence o Sul-Americano feminino de basquete

Aos 94 anos, morre autor da primeira cesta da NBA

“Estamos oscilando muito no ataque e na defesa. E essa inconstância faz com que a equipe abra uma boa vantagem e permita a reação do adversário. Precisamos ter mais consistência na posse de bola. A Copa Tuto Marchand, em Porto Rico, servirá para nossa avaliação final antes da Copa América”, disse, citando o torneio amistoso que acontecerá entre 22 e 26 de agosto na cidade de San Juan.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Um dos destaques do confronto e cestinha do Brasil, com 19 pontos, o pivô Rafael Hettsheimeir fez uma análise mais positiva. “Realizamos seis amistosos e ganhamos cinco. É um resultado positivo. É claro que ainda temos alguns pontos a serem corrigidos, mas estamos na fase de preparação e esse é o momento de melhorarmos até encontrar o melhor jogo. É importante destacar que a equipe está empenhada e vamos buscar nosso objetivos na Copa América”.

(Com Estadão Conteúdo)