Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Magnano admite hesitação com dupla da NBA: só terei certeza no hotel

O técnico Rubén Magnano defendeu com convicção as convocações de Nenê e Leandrinho para os Jogos Olímpicos de Londres na manhã desta quinta-feira. No entanto, admitiu que hesitou antes de tomar a decisão final e avisou que prefere esperar até o momento da apresentação, em um hotel na capital paulista, para realmente contar com a dupla da NBA.

‘Acho que pensei umas 100 vezes: ‘Levo ou não levo? Levo ou não levo?’. Agora, tenho que ver como será a atitude deles, saber o que está acontecendo dentro deles e ver se realmente querem estar na Seleção. Estou falando do momento da apresentação. Quando vou ter certeza que eles vêm? Quando entrarem no hotel’, disse

Os dois recusaram o chamado para disputar o Pré-olímpico-2011 alegando motivos particulares. Em um episódio que ainda gera desconforto, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) informou que Leandrinho mandou um e-mail 30 minutos antes do horário marcado para a apresentação para comunicar a dispensa, versão negada pelo jogador.

Ao falar sobre a expectativa em torno da apresentação da dupla, Magnano se referiu à polêmica com Leandrinho. ‘Já aconteceu e por isso estou falando. Não estou inventando nada, estou falando de coisas que vivi. Vou ficar tranquilo quando veja os jogadores e conte: aqui estão os 12, os 13 ou os 15’, declarou.

Leandrinho e Nenê, que recusou seguidas vezes chamados para defender a Seleção nos últimos anos, compõem a pré-lista de 15 jogadores divulgada por Magnano para os Jogos Olímpicos. A apresentação está marcada para o próximo dia 10 de junho, em um hotel na capital paulista.

De acordo com Magnano, os dois astros da NBA não foram avisados com antecedência da convocação. ‘Eles estão sabendo disso agora. Se alguém mandar um e-mail de dispensa, fica de fora. Eles foram chamados novamente e isso é um sinal claro da confiança que tenho neles’, afirmou o técnico.

Magnano viajou à América do Norte ainda antes do Pré-olímpico realizado em Mar del Plata, no qual a Seleção garantiu a vaga para os Jogos de Londres, para conversar com Leandrinho e Nenê. Ao defender a convocação da dupla, o treinador argentino citou os encontros com os atletas em Denver e em Toronto.

‘Baseado nas conversas que tive, sei um pouco as condições e motivos pelos quais eles pediram dispensae inclusive tenho material em mãos sobre isso. Sei o potencial que eles têm como jogadores e como poderei inseri-los ou não na equipe’, declarou.

Magnano espera que a iniciativa de abrir espaço para o norte-americano Larry Taylor, convocado após recente naturalização, esteja servindo como uma provocação saudável aos brasileiros da NBA. ‘Não posso falar sobre o que pensam outras pessoas, mas tomara que isso tenha acontecido’, afirmou.