Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mãe de Neymar é incluída em processo de fraude

Por ser dona de 50% da empresa da família, Nadine Gonçalves também será julgada por suspeitas de irregularidades na venda do craque ao Barcelona

Por Da Redação 27 out 2015, 10h30

Nadine Gonçalves da Silva Santos se uniu ao filho Neymar e ao marido Neymar Santos ao ser incluída no processo que a empresa DIS move contra o Barcelona, o Santos e a família do jogador. Segundo informações do diário espanhol Marca desta terça-feira, a DIS considera que Nadine deveria responder da mesma forma que o pai de Neymar, já que ambos possuem 50% da N&N, empresa da família que intermediou a venda do craque ao Barcelona em 2013. O juiz titular do Tribunal de Instrução nº 5 da Audiência Nacional acatou o pedido da empresa.

Leia também:

Quem escreveu? Neymar comete gafe em mensagem de parabéns a Pelé

Neymar ostenta nova Ferrari: ‘Fruto do meu trabalho’

Receita apreendeu Porsche de Neymar por suspeita de irregularidade

Justiça suspende acesso de fundo aos documentos da venda de Neymar

A nebulosa transferência de Neymar é vítima de dois processos na Espanha, uma do fisco espanhol e a mais recente da DIS, aberta em julho deste ano. A empresa brasileira detinha 40% dos direitos econômicos do atleta e se sentiu lesada ao tomar conhecimento sobre os reais valores da transação. O DIS e o Santos alegam que a N&N forjou contratos com o Barcelona para ficar com a maior parte do dinheiro da venda.

O Barcelona alegou inicialmente ter desembolsado 57,1 milhões de euros para tirar Neymar do Santos. No entanto, meses depois, o clube admitiu ter gasto um valor bem maior, que ronda os 100 milhões de euros, dos quais 40 milhões foram para a empresa dos pais de Neymar, sem o conhecimento do DIS e do Santos – o clube respondia por 55% dos direitos e os 5% restantes pertenciam ao grupo de investidores Teísa. A revelação provocou a renúncia do presidente do Barcelona, Sandro Rosell. A N&N admite ter recebido o valor, mas nega irregularidades, e o caso continua sendo investigado pela Justiça espanhola.

(da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade