Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Luxemburgo sai em defesa de R10: ‘Somos todos profissionais’

Por Da Redação 30 out 2011, 18h40

O técnico Vanderlei Luxemburgo não escondeu sua insatisfação com as fortes críticas que o meia Ronaldinho Gaúcho recebeu no estádio Olímpico, neste domingo. Incomodado com o modo como a torcida gremista ofendeu seu jogador, o treinador do Flamengo defendeu o atleta e afirmou que não existem mercenários no futebol.

Apesar de considerar o descontentamento dos torcedores normal, Luxemburgo defendeu a ideia de que todo jogador tem o direito de se transferir para o clube que fizer a melhor proposta. Para o técnico, os atletas devem sempre pensar no que será melhor para seu futuro e optar pelas melhores escolhas em uma carreira que é considerada extremamente curta.

‘O torcedor fez o movimento dele. É normal ficar chateado com o atleta que jogou aqui, que marcou presença, e saiu daqui e optou pelo Flamengo. Isso faz parte. A gente só fica triste quando ouve palavras como mercenário, pilantra, e uma série de adjetivos que se coloca no profissional de futebol. Somos todos profissionais. Qualquer um tem o direito de escolher a proposta que for melhor. Nós não somos diferentes de qualquer outra pessoa’, afirmou o treinador.

Fora da zona de classificação para a Libertadores, o Flamengo voltará a campo no próximo domingo, quando enfrentará o Cruzeiro, no Engenhão. A equipe ocupa quinta colocação no campeonato e precisará somar pontos para continuar sonhando com uma vaga no torneio continental.

Continua após a publicidade

Publicidade