Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Luxemburgo celebra avanço do Grêmio, mas faz críticas

Por Da Redação 22 mar 2012, 11h46

Por AE

Porto Alegre – O Grêmio tomou um susto ao sair perdendo no início do jogo, mas conseguiu a vitória sobre o River Plate, do Sergipe, por 3 a 1, no Olímpico, e conquistou a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil na última quarta-feira. O técnico Vanderlei Luxemburgo celebrou o avanço, apesar da dificuldade, e fez questão de elogiar o adversário.

“Foi um jogo um pouco nervoso por ser a estreia em casa na Copa do Brasil e pela expectativa de o Grêmio buscar o título. Antes do jogo o pessoal falava que seria muito fácil, que ganharíamos de dez, mas eles (River Plate) sabem jogar bola. Fizemos algumas experiências, jogamos bem, então foi uma noite satisfatória”, declarou.

Apesar da celebração, o treinador não ficou inteiramente satisfeito com o desempenho da equipe e fez críticas, principalmente ao meio de campo gremista, que, segundo ele, atrapalhou inclusive a atuação da defesa.

“Estamos caminhando bem, mas se for para falar sobre o jogo de hoje (quarta) vou reclamar do meio, que foi muito frouxo, deu muito espaço, mesmo com eles tendo três jogadores de marcação. Quando isso acontece, vai parar tudo em cima da zaga, que aí vira a culpada. Então minha equipe precisa ser mais forte na marcação no meio de campo”, avaliou.

Com a classificação encaminhada, depois da vitória por 3 a 2 no primeiro jogo, Luxemburgo aproveitou para fazer alguns testes, como Pará na lateral esquerda e Bertoglio entrando como terceiro atacante. A atuação do argentino agradou o treinador, que prometeu novas chances a ele.

“O Bertoglio agradou. Sabíamos que eles jogariam com três zagueiros, fechados, então era importante puxar a marcação. O Bertoglio fez isso, tanto que a expulsão do jogador deles (Lelê) foi em cima dele. No segundo tempo ele atuou como meia, como pode produzir um pouco mais”, comentou.

Continua após a publicidade

Publicidade