Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Luxemburgo atribui desempenho do Flamengo a juízes e a Patrícia Amorim

Técnico rubro-negro diz que a presidente e a diretoria do clube não estão empenhados como deveriam na briga por uma vaga na Taça Libertadores 2012

Por Leo Pinheiro 15 nov 2011, 10h57

O treinador do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, admitiu no programa “Bem, Amigos”, no canal por assinatura SporTV, que, após a derrota por 2 a 0 para o Coritiba, no domingo, o Flamengo está fora da disputa do título brasileiro deste ano. E manifestou preocupação em relação à Taça Libertadores 2012, afirmando que a presidente do clube, Patrícia Amorim, e a diretoria do clube não estão tratando a briga por uma vaga na Libertadores com o devido respeito e atenção. “A presidente do clube, os torcedores do Flamengo, os jogadores, os diretores têm que tratar a Libertadores com o São Paulo está tratando, como o Inter está brigando para ir. Porque é uma vaga importante. O nosso projeto era ganhar títulos, revelar a molecada e entrar na Libertadores. O nosso projeto está vivo”, disse Luxemburgo.

Vanderlei também atirou nos árbitros, lembrando que o Flamengo não teve nenhum pênalti marcado a seu favor no Brasileiro 2011, e responsabilizou o juiz Jailson Macedo Freitas, que não marcou uma clara falta dentro da área em cima de Ronaldinho Gaúcho, ainda no primeiro tempo. “Se o juiz tivesse marcado aquele pênalti e expulsado o jogador que era o último homem do Coritiba teria mudado toda a história do jogo, porque 2 a 1 mudaria tudo”, decretou.

O último dos alvos do treinador do Flamengo foi o comentarista do canal, Renato Maurício Prado. “O Renato colocou no Facebook dele que eu condicionei a minha vinda ao programa à ausência dele. Quero dizer que em momento algum da minha carreira eu pedi para não ir a um programa por causa de algum profissional. Nunca fiz isso. Eu já passe até por uma CPI. Aqui é a tribuna ideal para a gente discutir futebol em alto nível, não falar da vida pessoal”, reclamou Luxemburgo, causando mal estar entre os comentaristas do programa.

Publicidade