Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luxemburgo atribui derrota do Grêmio à leveza excessiva da equipe

Surpreendido logo aos dois minutos do primeiro tempo, o Grêmio não conseguiu reverter a vantagem que foi aberta pelo Pelotas neste domingo e teve sua invencibilidade na Taça Farroupilha quebrada ao sair derrotado por 1 a 0. Claramente chateado com o comportamento de sua equipe nesta rodada do Gauchão, o técnico Vanderlei Luxemburgo não procurou culpados no time e na arbitragem e lamentou a falta de iniciativa de seus comandados ao longo do confronto.

O treinador fez questão de apontar o modo como o clube carregou a bola e buscou o gol como a principal causa da derrota. Para Luxemburgo, o Tricolor pecou muito na hora de tentar surpreender o seu adversário, cadenciando o jogo nos momentos que devia trocar passes com velocidade e envolver o fechado sistema defensivo do Pelotas.

‘Futebol é assim, surpresas acontecem. A derrota se deu em função da atuação do Grêmio não ter sido convincente. Não jogamos bem e, sem jogar bem, não vamos ganhar. Não existe equipe imbatível. Entramos muito tranquilos e o Pelotas conseguiu vencer. Nós estávamos muito leves, demos espaço e depois fomos correr atrás do prejuízo, o que é sempre mais difícil’, analisou o comandante gremista.

Mesmo com a apática apresentação de sua equipe neste fim de semana, Luxemburgo não mostrou qualquer preocupação com o duelo da próxima quarta-feira, diante do Ipatinga. A partida válida pela Copa do Brasil será enfrentada nos mesmos moldes do último confronto na competição, diante do River-SE. Com isso, o clube poderá eliminar o jogo de volta se derrotar os mineiros por uma vantagem de dois gols de diferença.

‘Se eu me prender a esse jogo, nós já perdemos o Gaúcho e não vamos a lugar nenhum. Se eu me prender ao que conquistamos e ao crescimento que obtivemos, nós vamos muito bem. Esse foi um percalço. Vai ter um momento que teremos uma queda. Nós podíamos perder, porque já estávamos classificados. Já na quarta-feira é outra história, outra realidade’, encerrou o treinador tricolor.