Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lulinha não se incomoda com empate: Tem que matar em casa

O meia-atacante Lulinha foi o principal nome do Bahia no empate por 0 a 0 diante da Portuguesa, nesta quarta-feira, no estádio do Canindé. Mesmo sem a vitória, o camisa 11 do time baiano acha que a volta para casa não será sob pressão de eliminação na Copa do Brasil.

‘Soubemos pressionar a Portuguesa quando deu, mas não conseguimos aproveitar no momento em que estávamos com um jogador a mais (Léo Silva foi expulso). O gol seria importante para nós, mas não tem o que lamentar. É simples: tem que matar em casa’, afirmou o jogador do Bahia após o empate ‘conquistado’ fora de cas

Durante a partida, Lulinha reencontrou o amigo Boquita, que foi seu companheiro nas categorias de base do Corinthians e também no Bahia, de onde Boquita saiu para vestir a camisa da Lusa, ano passado. ‘Ele é meu parceiro faz tempo, continua jogando muito’, elogiou Lulinha.

Quanto ao resultado, o companheiro de ataque de Lulinha, Júnior, fez questão de comemorar. ‘Foi um bom resultado. Isso é Copa do Brasil. Nossa vantagem é só decidir em casa, agora tem que virar a página’, afirmou o atacante loiro, que ainda completou: ‘Foco no Campeonato Baiano e depois pensamento focado na Portuguesa’.