Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Luis Fabiano assume erro e vê solução: deixar que árbitro até falhe

Por Da Redação 7 jun 2012, 16h32

O São Paulo já desfalcado de alguns de Bruno Uvini, Casemiro e Lucas, que estão na Seleção Brasileira, também não terá Luis Fabiano no domingo, contra o Santos. O centroavante admite sua culpa por já estar suspenso com três cartões amarelos em três rodadas no Brasileiro, mas cita como solução ‘engolir’ até erros dos árbitro

‘O negócio é buscar uma solução. E a solução, infelizmente, é deixar o árbitro fazer o que quiser. E muitas vezes ele faz o que quer, erra e ninguém fala nada. Vamos conversar ou reclamar e eles têm a autoridade de dar o cartão em vez de conversar e reconhecer o erro’, disse o atacante.

Assumir o equívoco foi algo que o jogador fez durante o desembarque da delegação no aeroporto de Congonhas, na tarde desta quinta-feira, após a derrota por 1 a 0 para o Inter. ‘Reconheço meus erros, não podem acontecer três cartões seguidos. Minha experiência é grande dentro do futebol, mas tenho que repensar minhas atitudes’, comentou.

Nessa quarta-feira, como já havia ocorrido contra Botafogo e Bahia nas duas primeiras rodadas, a advertência para o capitão veio por conta de reclamação com o árbitro. O ídolo da torcida, entretanto, garante que nem sempre exagera em suas palavras – já disse se controlar para não falar nem palavrão.

‘Não é o fim do mundo. Com certeza, daqui para a frente, vou repensar, analisar meus atos e parar de conversar com o juiz. Muitas vezes não reclamo, só converso e mesmo assim tomo cartão. Mas é uma coisa que tem prejudicado eu e o grupo’, analisou Luis Fabiano.

O prejuízo já gerou até a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista. Sem o seu artilheiro, suspenso por acúmulo de amarelos, o Tricolor perdeu do Santos. ‘Tenho certeza que, a partir do momento que eu parar para pensar, esse tipo de coisa não vai mais acontecer, só que é muito mais fácil um parar para pensar do que 10 ou 15’, insistiu.

Continua após a publicidade
Publicidade