Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Luis Álvaro dispara contra presidente do Real: ‘mentalidade colonizadora’

Por Da Redação 13 nov 2011, 11h00

São Paulo, 13 nov (EFE).- O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, disse que o do Real Madrid, Florentino Pérez, foi arrogante durante o fracassado processo de negociação para a transferência do atacante Neymar, e alertou o atleta sobre o rigor do técnico José Mourinho, informou neste domingo o jornal ‘O Estado de S. Paulo’.

‘O comportamento do presidente do Real Madrid foi infeliz e arrogante, próprio de uma pessoa que ainda tem uma mentalidade colonizadora’, afirmou Luis Álvaro ao diário paulista.

Segundo a informação, o diretor brasileiro advertiu Neymar sobre o rigor, às vezes exagerado, do treinador português, e revelou que um dos argumentos usados para convencê-lo a permanecer no Peixe foi que Mourinho o obrigaria a cortar o cabelo, uma marca pessoal do atleta.

O dirigente negou que depois do fracasso na transferência do jogador de 19 anos à equipe madrilenha exista algum tipo de acordo prévio com o Barcelona.

‘Não há nenhum pré-contrato com o Barça’, garantiu o presidente do Santos, que, no entanto, confirmou que houve conversas com o presidente do clube catalão, Sandro Rosell.

‘Em junho, durante a despedida de Ronaldo, me encontrei com Sandro Rosell para tomar alguma coisa, e ele me perguntou se haveria algum problema para que (o Barcelona) conversasse com o pai de Neymar, e eu lhe respondi que não’, relatou.

Luis Álvaro falou também sobre a pressão pela qual passou o jogador nos últimos dias com a possível transferência para o Real, especialmente por parte de seu empresário, Wagner Ribeiro, e do ex-atacante Ronaldo, cuja empresa é responsável pela imagem de Neymar e que sempre recomendou a mudança para a equipe espanhola. EFE

wgm/dr

Continua após a publicidade
Publicidade