Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lugano, capitão do Uruguai, reclama do ‘Fantasma de 50’

Para zagueiro, vídeo chama atenção indesejada à seleção que vem ao Mundial

O “Fantasma de 50” está fazendo sucesso na internet, mas o capitão da seleção do Uruguai não gostou da brincadeira. Personagem de uma campanha produzida pela Puma, fornecedora de material esportivo da equipe, ele tem perfil no Twitter e no Facebook e vem acumulando dezenas de milhares de seguidores desde a divulgação do vídeo que mostra os sustos dos brasileiros com a “assombração uruguaia”. Para o zagueiro Diego Lugano, porém, a aparição do fantasma não ajuda em nada sua equipe, mesmo que desperte as memórias da maior vitória da história do futebol uruguaio, na final da primeira Copa do Mundo realizada no Brasil. Segundo Lugano, a propaganda tem despertado a irritação de muitos brasileiros e fazendo parecer que a seleção celeste tem uma postura arrogante e desafiadora em relação aos donos da casa.

Leia também:

Leia também: Vídeo mostra o ‘fantasma de 1950’ na praia e no Maracanã

“Nós não gostamos do tema do fantasma, pois não é isso que pensamos a respeito da nossa seleção”, disse Lugano, que revelou ainda que não para de receber ligações de jornalistas brasileiros pedindo sua opinião sobre a campanha publicitária. “Alguns ficaram irritados com o vídeo”, contou. Para Lugano, que fez sucesso no Brasil defendendo o São Paulo e hoje veste a camisa do West Bromwich, as brincadeiras do “Fantasma de 50” na internet podem fazer com que sua seleção atraia a antipatia do público. “O importante é sempre ir com humildade a todos os lugares, e isso não nos ajuda a ficar mais humildes”, lamentou. No inusitado vídeo, a “assombração” da derrota brasileira em 1950 imita o Cristo Redentor, caminha por uma favela, samba na Marquês de Sapucaí e encerra a visita ao Rio entrando no Maracanã, palco do triunfo uruguaio por 2 a 1 na final do Mundial.

(Com agência EFE)