Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lúcio recebe R$ 200 mil do Palmeiras para ficar em casa

Zagueiro está proibido de frequentar o clube, mas segue recebendo salário

Pode até parecer uma sobra das piadas do Dia da Mentira no futebol, mas é verdade: o zagueiro Lúcio, com passagem marcante pela seleção brasileira, recebe cerca de 200.000 reais mensais do Palmeiras apenas para ficar em casa. O atleta de 36 anos tem contrato com o clube paulista até dezembro, mas foi afastado pelo presidente Paulo Nobre ao final da sofrível temporada passada.

Depois de se livrar do rebaixamento no ano de seu centenário, o Palmeiras procurou Lúcio para negociar o seu afastamento. Paulo Nobre aconselhou o atleta a buscar uma nova equipe e pediu que ele não fosse mais à Academia de Futebol nem mesmo em horários alternativos. O clube se comprometeu a pagar seus salários enquanto Lúcio não se transferisse a outro clube.

Leia também:

No futebol, 1º de abril tem tatuagem, gramado roxo e anúncio de morte

Fabrício surta, ofende torcida e diz que não joga mais pelo Inter

Elias decide não levar acusação de racismo à polícia

Desde então, o zagueiro recebeu sondagens de clubes de China, Austrália e Estados Unidos, mas nenhuma delas foi adiante. O jogador tem mantido a forma frequentando academia e espera definir o seu futuro em breve. Nem mesmo uma nova tentativa na Europa ou no futebol brasileiro é descartada, após passagens frustrantes por Juventus, São Paulo e Palmeiras.

A diretoria do Palmeiras evita falar do assunto, por se tratar de uma situação constrangedora para ambas as partes. Caso permaneça ligado ao clube até o fim de seu contrato, Lúcio ainda custará mais de 1 milhão de reais ao Palmeiras. Além dele, o goleiro Raphael Alemão e o lateral-direito Weldinho seguem afastados, mas recebendo salários.

Revelado no Inter de Porto Alegre, Lúcio fez sucesso jogando por Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Inter de Milão e seleção brasileira – pela equipe nacional, conquistou o pentacampeonato em 2002 e disputou mais duas Copas do Mundo como titular. No entanto, desde sua ida à Juventus, da Itália, o defensor vem perdendo prestígio. Tanto no São Paulo quanto no Palmeiras, Lúcio foi dispensado devido a atuações e ruins e mau comportamento (constantemente reclamava de companheiros e se envolvia em confusões com rivais dentro de campo).

(Com Estadão Conteúdo)