Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Londres 2012 terá unidade para detectar possível manipualação de resultados

Por Da Redação 1 jan 2012, 18h58

Londres, 1 jan (EFE).- A organização de Londres 2012 contará com uma nova unidade para detectar possíveis práticas irregulares em apostas nos eventos que acontecerão durante os Jogos Olímpicos deste ano.

Pela primeira vez na história olímpica, haverá uma equipe de agentes especializados que se encarregarão de acabar com as máfias que subornam os atletas para manipular resultados e prejudicar o desenvolvimento dos jogos.

Em declarações publicada neste domingo pelo jornal britânico ‘The Sunday Times’, o secretário de Estado para os Jogos Olímpicos, Hugh Robertson, afirmou que os resultados arranjados em atividades esportivas se transformou na ‘principal ameaça’ para os Jogos, acima até do doping.

‘Não se pode subestimar a ameaça que isto representa porque no momento no qual o espectador começa a sentir que o que vê não é um evento autêntico, deixará de comparecer e o espetáculo acabará’, advertiu o responsável.

Robertson disse que ‘em algum momento durante os próximos dois ou três anos, acontecerá outro tipo de escândalo em algum esporte’ e desejou que isto ‘não ocorra durante os Jogos Olímpicos’.

À frente desta unidade de inteligência estará a Polícia Metropolitana que trabalhará junto com a Agência do Crime Grave Organizado e com a Interpol para detectar atividades suspeitas no jogo e as apostas no exterior.

Em novembro do ano passado, três jogadores paquistaneses de críquete foram condenados a prisão por terem participado de um resultado arranjado em um jogo contra a Inglaterra, em 2010. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade