Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lochte muda versão de assalto e emissora aponta incoerências

Em entrevista à rede americana 'NBC', o nadador disse que foi assaltado em um posto de gasolina e que não ficou com a arma apontada para sua cabeça

O nadador americano Ryan Lochte, que relatou ter sido assaltado no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos, alterou nesta quinta-feira alguns detalhes de sua versão e acabou evidenciando algumas incoerências sobre o fato que teria ocorrido na madrugada do último domingo.

Leia também:
Brasileiros aconselham namorada de Ryan Lochte: ‘Abra o olho’
Lutador Renzo Gracie explica “textão” sobre nadadores dos EUA

Em uma entrevista à rede americana de televisão NBC, já nos Estados Unidos, Lochte, de 32 anos, afirmou que o assalto não aconteceu quando voltavam de táxi para a Vila Olímpica, como tinham contado inicialmente, mas quando pararam em um posto de gasolina.

“Eles foram até o banheiro do posto de gasolina. Voltaram ao táxi e pediram para que o motorista seguisse viagem, mas ele não se mexeu”, explicou o jornalista Matt Lauer, da NBC, que conversou com Lochte.”Foi então que dois homens os abordaram com pistolas e distintivos da polícia”, acrescentou.

A versão é ligeiramente diferente da que ele e outros três nadadores, Gunnar Bentz, Jack Conger e Jimmy Feigen, contaram no último domingo. Inicialmente, os nadadores disseram que homens armados se fizeram passar policiais e obrigaram o táxi a parar. Isso teria acontecido por volta das 4 horas, quando retornavam de uma festa.

A outra incoerência revelada pela NBC seria que Lochte não teria ficado com uma arma na cabeça, como ele inicialmente havia dito, mas que os supostos ladrões teriam apenas apontado a pistola para eles.

Contradições

As mudanças nas declarações de Lochte acontecem em um momento complicado. Na noite desta quarta-feira, os nadadores Bentz e Conger foram impedidos pelas autoridades brasileiras de retornar para os Estados Unidos e tiveram seus passaportes apreendidos. Foram liberados em seguida, sob a condição de “continuar conversando sobre o incidente”, segundo o Comitê Olímpico americano. O advogado que representa Bentz e Conger, Sergio Viegas, explicou que os nadadores não poderão sair do Brasil até prestarem novo depoimento.

James Feigen também “pretende dar seu depoimento sobre o incidente na quinta-feira”, afirmou o Comitê.

As versões contraditórias dos atletas e o vídeo que mostra a chegada dos americanos à Vila Olímpica horas depois do assalto que relataram estão sendo investigados pela polícia. A Justiça pediu que os passaportes dos nadadores fossem apreendidos e eles foram proibidos de deixar o país. Lochte, no entanto, já havia retornado para os Estados Unidos.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ABRAÃO LINCOLN SALES BASTOS

    Ainda prevalece na mentalidade americana que a América Latina ee o quintal deles e aqui podem fazer o que quiserem

    Curtir

  2. Tá na cara que saiu correndo porque viu que ia dar m…, chegando as 6h alguém tipo o técnico ou a noiva ia querer saber…

    Curtir

  3. Com a declaração do
    “suposto assalto” mais
    uma vez aos olhos do
    mundo o Brasil ficou desmoralizado, visto

    mais uma vez como um
    lugar perigoso onde só
    tem bandidos, e onde o
    turista é assaltado a qq
    hora . Que sejam
    investigados e punidos
    com os rigores da Lei,
    assim como os
    estrangeiros são no
    Pais deles, e que nos
    lembremos também
    que existem atletas americanos bandidinhos e ordinários.

    Curtir

  4. Pietro Muniz Giotto

    Espero que com este episódio, os brasileiros parem de puxar o saco e idolatrar os EUA. Ou já esqueceram que nas manifestações anti-PT, milhares de idiotas estavam pedindo ajuda dos norte-americanos, trajando uniforme do capitão américa e portando a bandeira dos EUA.

    Curtir

  5. Perdeu playboy…

    Curtir

  6. Nelson Marchetto

    É isso, o “sujeito” não é nem uma criança, já tem 32 quando é que vai apreender a ser homem? Parece mais um menino de escola dizendo que um menino de outra classe roubou seu lanche, tenha vergonha, e não envergonhe a cidade que lhe acolheu com educação e cidadania!!!

    Curtir

  7. Cláudio Moura

    Certos ou errados, a verdade é que encarar a polícia no Rio é sempre um perigo

    Curtir