Clique e assine com até 92% de desconto

Livorno pode pagar pensão para irmã de jogador morto

Por Da Redação 15 abr 2012, 13h23

Por AE-AP

Milão – O presidente do Livorno, Aldo Spinelli, está considerando a possibilidade de pagar uma pensão vitalícia para a irmã do jogador Piermario Morosini, que morreu após sofreu um ataque cardíaco durante uma partida da segunda divisão do Campeonato Italiano, disputada no sábado, em Pescara.

Morosini, que estava no clube cedido por empréstimo pela Udinese, da elite do futebol da Itália, sofreu o enfarte aos 31 minutos do primeiro tempo do jogo. Em seguida, foi levado para um hospital, mas não resistiu e morreu. A partida foi cancelada, assim como todos os jogos programados para esse fim de semana no futebol italiano.

Attilio Perotti, diretor de futebol do Livorno, declarou que Spinelli quer “mostrar seu desejo pessoal e do clube de permanecer sempre próximo da família de Piermario”. O clube também está analisando a possibilidade de aposentar a camisa de número 25, que era usado pelo jogador.

Morosini ficou órfão ainda quando era um adolescente. Sua mãe morreu quando ele tinha 15 anos e seu pai dois anos depois. Seu irmão morreu pouco depois. As únicas parentes que seguem vivas são uma irmã mais velha e uma tia idosa.

Continua após a publicidade
Publicidade