Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liverpool vence por 4 a 1 e amplia obrigação do Chelsea na Champions

Em partida adiada pela penúltima rodada do Campeonato Inglês, o Liverpool recebeu os reservas do Chelsea em Anfield Road e goleou por 4 a 1, nesta terça-feira, aumentando a responsabilidade dos Blues pelo título da Liga dos Campeões da Europa. Em sexto lugar e sem chances de progredir, o time do técnico Roberto di Matteo corre o risco de ficar fora da competição continental em 2012/2013 caso não vença o Bayern de Munique no próximo dia 19, na Alemanha.

A performance do Chelsea no Campeonato Inglês, no entanto, não é tão fraca quanto a do Liverpool, que iguala sua pior classificação nos últimos 50 anos com o atual oitavo lugar na tabela. Os gols marcados por Essien (contra), Henderson, Agger e Shelvey – o brasileiro Ramires descontou para o Chelsea – não diminuem a pressão sobre a equipe do técnico Kenny Dalglish, ameaçado de demissão e que pode sofrer reformulação.

No próximo domingo, às 11 horas (de Brasília), as duas equipes fecham participação na Premier League. Enquanto o Chelsea, atual campeão da Copa da Inglaterra, recebe o Blackburn, o Liverpool, em crise, duela no Liberty Stadium contra o Swansea City.

O Jogo – Embalado pelo título conquistado no último domingo, o Chelsea decidiu poupar seus titulares para a decisão da Champions e apenas Terry e Ramires, entre os que mais entram em campo, começaram jogando nesta terça-feira. Desentrosada, a equipe deu espaços para o Liverpool, que se aproveitou para construir a boa vantagem já na primeira meia-hora de jogo.

Aos 18 minutos, o uruguaio Luis Suárez fintou dois marcadores e invadiu a área com liberdade. O chute acabou desviado no meio do caminho até o gol de Turnbull por Essien, que abriu o placar para o Liverpool com gol contra. Cinco minutos depois, aos 23, Terry caiu feio na entrada da área e Henderson, na cara do gol, finalizou com perfeição, aumentando a vantagem.

Dez minutos depois de abrir o placar, apareceram os primeiros sinais da goleada que se avizinhava. Após cobrança de escanteio de Shelvey, o ataque do Liverpool fez o desvio e Agger, livre na área, cabeceou para o fundo do gol de Turnbull. Ainda na etapa inicial, aos 46, Ivanovic derrubou Carrol, mas Downing acertou na trave.

Aos três do segundo tempo, o Chelsea diminuiu com Ramires, que se aproveitou de um desvio após cobrança de escanteio de Malouda. Aos 15 minutos, no entanto, Turnbull saiu jogando distraído e Shelvey ampliou a vantagem do Liverpool outra vez.