Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liverpool apresenta prejuízo de R$155 milhões no último ano fiscal

Nesta quinta-feira, o Liverpool apresentou o balanço financeiro de seu último ano fiscal. O anúncio revelou um déficit de 50 milhões de libras (cerca de R$ 155 milhões) no ano fiscal de 2010/2011.

A maior parte desse prejuízo se deve ao custo de cerca de 35 milhões de libras (cerca de R$ 108 milhões) com a elaboração de um projeto para um novo estádio, o Stanley Park, que acabou cancelado. Os gastos ocorreram ainda na gestão dos norte-americanos Tom Hicks e George Gillett.

O diretor-executivo do clube, Ian Ayre, declarou que o clube está em boa situação financeira apesar do prejuízo no balanço.

‘As pessoas vão se concentrar no déficit de 50 milhões de libras e nenhum integrante de qualquer mercado fica satisfeito com prejuízo. No entanto, boa parte dele se deve ao projeto cancelado de estágio, já que diminuímos os custos extraordinários’, contou o inglês à revista ‘Liverpool Echo’.

Os custos com o estádio não foram as únicas dívidas deixadas pela gestão da dupla norte-americana. O também norte-americano grupo Fenway Sports Group, atual dono do clube, abateu por volta de 200 milhões de libras (cerca de R$ 620 milhões) ao assumir o clube, em outubro do ano passado.