Clique e assine a partir de 9,90/mês

Lista é dominada pelos paulistas: são 40% dos escolhidos

Dezesseis dos 23 convocados são do Sudeste; Nordeste tem 4 representantes

Por Da Redação - 7 Maio 2014, 12h32

A convocação de um grupo dominado por atletas nascidos em São Paulo acontece num momento em que o poder na CBF está concentrado nas mãos de cartolas desse Estado

O Estado mais populoso do país é também o mais representado na seleção brasileira convocada para a Copa nesta quarta-feira. São Paulo tem nove dos 23 integrantes da lista divulgada por Luiz Felipe Scolari no Rio de Janeiro, incluindo cinco titulares: David Luiz, Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar e Neymar. O Sudeste, aliás, domina a relação dos escolhidos por Felipão: além dos nove paulistas, a delegação terá quatro atletas nascidos do Rio de Janeiro, dois de Minas Gerais e um do Espírito Santo, totalizando dezesseis convocados. O Nordeste é representado por quatro jogadores (os baianos Daniel Alves e Dante, o paraibano Hulk e o pernambucano Hernanes) e o Sul, por três convocados (Maicon, gaúcho, e Henrique e Fernandinho, paranaenses).

Leia também:

Felipão convoca seleção com Victor, Henrique e Hernanes

‘Vestibular’ do Brasil para Copa teve 5 candidatos por vaga

Continua após a publicidade

Para quem ficou de fora, há esperança: a lista de suplentes

Na Copa em casa, ídolos que fizeram a carreira no exterior

Chelsea é o clube com mais convocados: quatro jogadores

A presença de muitos atletas nascidos em municípios paulistas na seleção de Felipão era previsível, já que o Estado tem mais de 43 milhões de habitantes e abriga muitos dos principais clubes do país – o que aumenta a chance de que talentos locais sejam revelados. No São Paulo, por exemplo, passaram pelas categorias de base David Luiz, Hernanes e Oscar; no Corinthians surgiram Willian e Jô; o Santos fez aparecer o craque Neymar. Esse contingente paulista, porém, é ainda maior do que a fatia correspondente ao Estado dentro dos 200 milhões de habitantes do país: de acordo com as estimativas do IBGE em 2013, São Paulo concentra 21% da população brasileira, e a seleção tem quase 40% de paulistas.

Por coincidência, a convocação de um grupo dominado por atletas nascidos em São Paulo acontece num momento em que o poder na CBF está concentrado nas mãos de cartolas desse Estado – o presidente José Maria Marin, ex-governador e ex-jogador do São Paulo, e seu sucessor Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol e cartola ligado ao Palmeiras, que estavam ao lado de Felipão na convocação desta quarta. Minas Gerais tem 10% da população e 8,6% dos convocados, enquanto o Rio tem 8% da população e 17% dos escolhidos para a Copa do Mundo. O técnico Felipão, gaúcho, convocou apenas um atleta de seu Estado de origem, o lateral Maicon, nascido em Novo Hamburgo.

Continua após a publicidade
Publicidade