Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Liga dos Campeões: Zidane garante que Cristiano está 100% para a decisão

Bem humorado, francês demonstrou confiança em sua primeira decisão de Liga dos Campeões como treinador

Por Luiz Felipe Castro, de Milão 27 Maio 2016, 16h37

Horas depois da entrevista de Diego Simeone e dos jogadores do Atlético de Madri, foi a vez dos representantes do Real Madrid enfrentarem os microfones do estádio San Siro nesta sexta-feira, véspera da decisão da Liga dos Campeões em Milão. O treinador Zinedine Zidane ignorou os elogios de Simeone ao brasileiro Casemiro, disse estar confiante para o clássico e não teme pelas condições físicas de Cristiano Ronaldo, que foi desfalque em algumas partidas recentes e foi poupado de um treinamento na quarta-feira com dores musculares.

“Cristiano agora está 100%. Ele tem algum incômodo, mas estará 100% para amanhã. E mesmo que tivesse algo, jogaria porque é a final da Liga dos Campeões.” O português, craque da equipe e maior artilheiro da história da competição, treinou normalmente com os companheiros no reconhecimento do gramado de San Siro nesta noite na Itália.

Leia também:

Para Simeone, Casemiro é o jogador mais temido da final da Liga dos Campeões

Zidane e Simeone, eterna disputa entre classe e garra

Continua após a publicidade

Liga dos Campeões: festa da final toma as ruas de Milão

Campeão da Liga como jogador do Real em 2002, disse que a pressão é ainda maior na nova carreira. “Estou um pouco estressado, porque tenho que ficar falando aqui e está muito calor, mas estou bem”, brincou, misturando espanhol e italiano e divertindo os jornalistas. “Quando começar a partida estarei mais tenso, como sempre. É parte do trabalho do treinador, e gosto desta pressão. Passei por isso como jogador, mas como treinador não tem nada a ver, é algo diferente.”

O treinador de 43 anos negou que o Atlético seja uma equipe defensiva e não prevê um jogo violento. “Não será um jogo duro, será um jogo difícil. Quando falamos ‘duro’, parece ser algo feio. Vai ser um jogo dificílimo, com certeza. Estamos preparados.” O francês se negou a apontar o compatriota Antoine Griezmann, artilheiro do Atlético, como principal arma do rival. “O Atlético é assim porque joga como um time e eu não apontaria nenhum jogador em particular”.

Além de Zidane, participaram os dois grandes lideres do time, o capitão Sérgio Ramos e o lateral Marcelo. O brasileiro falou abertamente sobre Casemiro e, assim como Simeone, elogiou o companheiro. “Está fazendo um trabalho genial. Nunca reclamou quando não foi titular. Trabalhou, teve sua oportunidade de jogar e está ajudando a equipe com uma evolução muito grande. Vai ser muito maior do que está sendo agora. Para nós, é muito bom que ele esteja bem”, disse Marcelo.

“Estamos prontos, preparados para a partida e para jogar bem. Em uma final, o que decide [são os pequenos detalhes. É preciso ter muita intensidade, trabalhar, correr muito e tentar falhar pouco”, completou o brasileiro.

Continua após a publicidade

Publicidade