Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liga dos Campeões: Zidane garante que Cristiano está 100% para a decisão

Bem humorado, francês demonstrou confiança em sua primeira decisão de Liga dos Campeões como treinador

Horas depois da entrevista de Diego Simeone e dos jogadores do Atlético de Madri, foi a vez dos representantes do Real Madrid enfrentarem os microfones do estádio San Siro nesta sexta-feira, véspera da decisão da Liga dos Campeões em Milão. O treinador Zinedine Zidane ignorou os elogios de Simeone ao brasileiro Casemiro, disse estar confiante para o clássico e não teme pelas condições físicas de Cristiano Ronaldo, que foi desfalque em algumas partidas recentes e foi poupado de um treinamento na quarta-feira com dores musculares.

“Cristiano agora está 100%. Ele tem algum incômodo, mas estará 100% para amanhã. E mesmo que tivesse algo, jogaria porque é a final da Liga dos Campeões.” O português, craque da equipe e maior artilheiro da história da competição, treinou normalmente com os companheiros no reconhecimento do gramado de San Siro nesta noite na Itália.

Leia também:

Para Simeone, Casemiro é o jogador mais temido da final da Liga dos Campeões

Zidane e Simeone, eterna disputa entre classe e garra

Liga dos Campeões: festa da final toma as ruas de Milão

Campeão da Liga como jogador do Real em 2002, disse que a pressão é ainda maior na nova carreira. “Estou um pouco estressado, porque tenho que ficar falando aqui e está muito calor, mas estou bem”, brincou, misturando espanhol e italiano e divertindo os jornalistas. “Quando começar a partida estarei mais tenso, como sempre. É parte do trabalho do treinador, e gosto desta pressão. Passei por isso como jogador, mas como treinador não tem nada a ver, é algo diferente.”

O treinador de 43 anos negou que o Atlético seja uma equipe defensiva e não prevê um jogo violento. “Não será um jogo duro, será um jogo difícil. Quando falamos ‘duro’, parece ser algo feio. Vai ser um jogo dificílimo, com certeza. Estamos preparados.” O francês se negou a apontar o compatriota Antoine Griezmann, artilheiro do Atlético, como principal arma do rival. “O Atlético é assim porque joga como um time e eu não apontaria nenhum jogador em particular”.

Além de Zidane, participaram os dois grandes lideres do time, o capitão Sérgio Ramos e o lateral Marcelo. O brasileiro falou abertamente sobre Casemiro e, assim como Simeone, elogiou o companheiro. “Está fazendo um trabalho genial. Nunca reclamou quando não foi titular. Trabalhou, teve sua oportunidade de jogar e está ajudando a equipe com uma evolução muito grande. Vai ser muito maior do que está sendo agora. Para nós, é muito bom que ele esteja bem”, disse Marcelo.

“Estamos prontos, preparados para a partida e para jogar bem. Em uma final, o que decide [são os pequenos detalhes. É preciso ter muita intensidade, trabalhar, correr muito e tentar falhar pouco”, completou o brasileiro.