Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Liga dos Campeões: Real visita Liverpool, jogo de 15 taças

Atlético de Madrid, Arsenal, Juventus e Borussia também atuarão nesta quarta

Por Da Redação 22 out 2014, 07h03

Os jogos desta quarta

Grupo A

Olympiacos x Juventus, em Atenas

Atlético de Madrid x Malmö, em Madri

Grupo B

Liverpool x Real Madrid, em Liverpool

Ludogorets x Basel, em Sofia

Grupo C

Monaco x Benfica, em Monte Carlo

Continua após a publicidade

Bayer x Zenit, em Leverkusen

Grupo D

Anderlecht x Arsenal, em Bruxelas

Galatasaray x Borussia, em Istambul

Depois de uma terça-feira marcada por goleadas – foram 40 gols marcados em apenas oito jogos -, a Liga dos Campeões fecha a terceira rodada da fase de grupos nesta quarta, com todas as atenções voltadas para o grande artilheiro deste ano. O Real Madrid aposta todas as fichas no craque Cristiano Ronaldo para derrotar o Liverpool, em Anfield, e manter os 100% de aproveitamento na competição. Trata-se de um clássico de quinze títulos europeus – dez do Real, cinco do Liverpool. Mesmo com a tradição do adversário, o técnico italiano do Real, Carlo Ancelotti, espera mais um show de Cristiano, acostumado a atuar na Inglaterra por ter defendido com sucesso o Manchester United. O grande desfalque será o galês Gareth Bale, lesionado. Ancelotti também não poderá escalar Sergio Ramos e Fábio Coentrão, também machucados. Do lado inglês, o técnico Brendan Rodgers sabe que precisa vencer dentro de casa para avançar às oitavas de final. “Quando jogamos fora, basta somar alguns pontos. Ainda não chegamos ao nível da temporada passada, mas seguiremos trabalhando”, avaliou. Tanto Rodgers como o capitão do Liverpool, Steven Gerrard, manifestaram sua admiração por Cristiano. “É o melhor jogador do mundo, um fenômeno do futebol”, disse o craque veterano. No outro jogo do Grupo B, o Ludogorets recebe o Basel, em Sofia. Todos os jogos da rodada desta quarta acontecem às 16h45 (de Brasília).

Grupo A – Tricampeã italiana, a Juventus tenta voltar a figurar entre os principais clubes da Europa. O clube de Turim também entra em campo pela terceira rodada, numa chave em que todos os times aparecem empatados com três pontos. Diante do Olympiacos, em Atenas, a equipe italiana precisará de pelo menos um empate para ficar em boas condições para o returno da fase de grupos. “Vai ser muito difícil, porque a torcida deles apoia o time até o fim e tentam pressionar os visitantes. Mas os protagonistas são os jogadores. Além do ambiente quente, os jogadores do Olympiacos são ótimos individualmente”, afirmou o veterano goleiro Buffon. Para se recuperar da derrota sofrida para o Atlético de Madri na segunda rodada, a Juve não contará com o zagueiro Barzagli e o lateral Cáceres, machucados. Na outra partida do grupo, o Atlético de Madri, atual vice-campeão, receberá o sueco Malmö no Vicente Calderón. Para buscar a segunda vitória, o técnico Simeone não contará com o zagueiro Ansaldi e os meio-campistas Tiago e Gabi, todos lesionados.

Grupo D – O Borussia Dortmund não tem uma missão fácil nesta quarta. A equipe alemã enfrenta o Galatasaray no Estádio Ali Sami Yen Spor Kompleksi, em Istambul, catorze anos depois do último encontro com a equipe turca. Nos quatro jogos realizados até agora, o Borussia leva vantagem: duas vitórias contra apenas uma do Galatasaray, além de um empate. Apesar de enfrentar um momento difícil no Campeonato Alemão, com só sete pontos ganhos em oito rodadas, na Liga dos Campeões a campanha é perfeita até agora: duas vitórias em dois jogos, cinco gols marcados e nenhum sofrido. O Borussia já pode encaminhar a vaga na próxima fase caso vença fora de casa. No outro jogo do Grupo D, o Arsenal viaja até a Bélgica para enfrentar o Anderlecht. A equipe inglesa vem de uma goleada contra o Galatasaray na última rodada da Liga dos Campeões e pode abrir cinco pontos do terceiro colocado se vencer em Bruxelas.

Grupo C – Sem nenhum ponto até agora, o Benfica fecha a rodada de ida da fase de grupos tentando somar uma vitória diante do Monaco – que, com quatro pontos conquistados, divide a liderança da chave com o Zenit. Os russos, por sua vez, vão à Alemanha enfrentar o Bayer Leverkusen para se isolarem na primeira posição. O time de Jorge Jesus chegou para o jogo com alguns reforços. Júlio César, Lima e Jardel estão recuperados de lesão. Pelo lado do Monaco, a possível novidade é Dimitar Berbatov, que estava machucado e pode retornar. No outro confronto da chave, o Zenit tenta disparar na ponta. Porém, com os alemães apenas um ponto atrás, um tropeço dos russos pode fazer com que eles percam a primeira posição para os donos da casa. O Bayer vem embalado depois de vencer o Benfica por 3 a 1. O técnico Roger Schmidt torce para ter o bom meia Lars Bender de volta – em recuperação de lesão, ele deverá passar por uma avaliação física antes do jogo.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade