Clique e assine a partir de 9,90/mês

Liga dos Campeões: Real e Bayern estreiam com vitória e Inter tropeça

Por Olivier Morin - 14 set 2011, 20h01

O Real Madrid e o Bayern de Munique venceram em sua estreia na fase de grupos da Liga dos Campeões, enquanto o Inter de Milão protagonizou a primeira grande zebra da competição ao ser derrotado em casa pelos turcos de Trabzonspor, por 1 a 0.

Os times de Manchester também decepcionaram, ao empatar pelo mesmo placar de 1 a 1: o United na casa do Benfica e o City diante da sua torcida contra o Napoli.

Dois laterais brasileiros Rafinha, do Bayern, e Marcelo, do Real Madrid, se destacaram na rodada.

Rafinha, ex-Coritiba, fez o segundo gol da vitória do Bayern por 2 a 0 na casa do Villareal, da Espanha. O paranaense de Londrina entrou aos 23 minutos do primeiro tempo no lugar do zagueiro belga Daniel Van Buyten, que se machucou.

Continua após a publicidade

Aos 30 do segundo tempo, fez grande jogada: deu uma caneta memorável num zagueiro e mandou uma bomba para o gol do Villareal, sem chances para o goleiro Diego Lopez.

O Bayern tinha aberto placar logo aos 6 minutos de jogo com o meia Toni Kroos, que recebeu um grande passe do francês Franck Ribéry.

Já Marcelo, ex-Fluminense, deu o passe para Angel Di Maria fazer o único da gol vitória do Real Madrid sobre os croatas do Dínamo Zagreb, aos 8 do segundo tempo, quando recebeu a bola na entrada da área e rolou na direita para o argentino, que chutou com categoria no ângulo do goleiro croata.

O lateral da seleção brasileira também foi um dos destaques negativos da sua equipe, ao ser expulso aos 28 do segundo tempo por ter levado seu segundo cartão amarelo da noite.

Continua após a publicidade

“Saímos felizes de Zagreb”, declarou o auxiliar técnico Aitor Karanka, que comandou o time espanhol do banco no lugar do treinador português José Mourinho, suspenso.

“Sabíamos que iria ser uma partida complicada e demos o nosso máximo para chegar à vitória”, comemorou.

Com este resultado, o Real assumiu a liderança do Grupo D, já que no outro confronto da chave, os holandeses do Ajax e o Lyon, da França, ficaram no 0 a 0.

O outro time francês a entrar em campo nesta quarta-feira também empatou. O Lille, campeão da “Ligue 1” na temporada passada, deixou escapar dois pontos ao permitir aos russos do CSKA Moscou igualar após estar perdendo por 2 a 0.

Continua após a publicidade

O senegalês Moussa Sow abriu o placar logo antes do intervalo e Benoît Pedretti ampliou aos 12 do segundo tempo, mas o marfinense Seydou Doumbia, que formou a dupla de ataque com o brasileiro Vágner Love, deixou tudo igual ao marcar aos 27 e aos 44.

Na outra partida disputada pelo Grupo B, outro brasileiro teve menos sorte. Júlio César, da Inter de Milão, sofreu um gol do tcheco Ondrej Celustka aos 30 do segundo tempo da partida disputada no San Siro contra o Trabzonspor. Até então, o goleiro não havia trabalhado.

O zagueiro Lúcio e o lateral Jonathan, ex-Santos, também eram titulares no time italiano.

No estádio da Luz de Lisboa, o paraguaio Oscar Cardozo abriu o placar para o Benfica aos 24 minutos de jogo, mas Ryan Giggs empatou para o Manchester United aos 41.

Continua após a publicidade

Com este feito, o veterano galês tornou-se aos 37 anos e 289 dias no jogador mais velho a fazer um gol na Liga dos Campeões.

Já o Manchester City, rival histórico do United, empatou em casa pelo mesmo placar de 1 a 1. O uruguaio Edinson Cavani abriu o placar aos 24 da segunda etapa para os italianos, mas o sérvio Aleksandar Kolarov empatou quatro minutos depois para os ‘Citizens’.

No Grupo B, o Basel, da Suíça, derrotou em casa os romenos do Galati por 2 a 1.

Publicidade