Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder do grupo da morte chega a uma inédita final em casa

Berlim, 17 mai (EFE).- O caminho do Bayern de Munique à final da Liga dos Campeões, que será disputada em seu próprio estádio, a Alianz Arena, foi um reflexo de uma temporada na qual a equipe bávara teve altos e baixos, e esteve tão próxima da crise quanto do caminho da glória.

A inspiração do francês Franck Ribery e do holandês Arjen Robben, a frieza de Mario Gómez, que fez 12 gols e é o segundo colocado na tabela de artilharia da Liga dos Campeões, atrás de Lionel Messi, e a personalidade do grupo para superar as situações adversas foram parte do segredo para o Bayern poder sonhar com seu quinto título da competição europeia.

Na fase de grupos, o time foi soberano, como no início da temporada do Campeonato Alemão. Sua chave, com Napoli, Villarreal e Manchester City, era considerada a ‘da morte’, mas o time fez muito bem seu papel e foi superior aos outros.

O Bayern venceu as duas partidas diante do Villarreal, e derrotou em casa e empatou fora com o Napoli. Conseguiu os três pontos contra o Manchester City na Allianz Arena e, na última rodada, fora de casa, sofreu para a equipe inglesa sua única derrota, quando já tinha assegurado a classificação e o primeiro lugar do grupo.

A vitória sobre o Napoli, por 3 a 2, na qual Mario Gomez fez três gols, foi um dos momentos de destaque do Bayern na temporada.

Bastian Schweinsteiger se chocou com um jogador do Napoli e sofreu uma lesão no ombro que o manteve várias semanas afastado dos gramados. Pouco tempo após retornar, o atleta voltou a se machucar, dessa vez na coxa.

Sem Schweinsteiger, o Bayern teve uma queda no Campeonato Alemão, deixou de ser a equipe imbatível e acabou sendo superado pelo Borussia na tabela.

Nas oitavas da Liga, o adversário foi o Basel, e o time alemão era o favorito. Na primeira partida, uma surpresa: o maior time da Alemanha foi derrotado por 1 a 0, preocupando sua torcida. Porém, na volta, o Bayern não tomou conhecimento dos rivais e aplicou um inapelável 7 a 0.

Nas quartas de final, o Bayern enfrentou o Olympique de Marselha, que na fase de grupos havia derrotado duas vezes o Borussia Dortmund, mesma equipe que acabou com sua hegemonia no Campeonato Alemão.

O Bayern venceu os dois jogos por 2 a 0 e se classificou para enfrentar o Real Madrid nas semifinais, naquele que seria seu duelo mais complicado na competição.

O time bávaro estava praticamente sem chances de título no Campeonato Alemão, e tinha que se preparar para enfrentar o gigante Real por uma vaga na decisão.

Após meses de ausência, Schweinsteiger voltou à equipe. Não estava no auge de sua forma, mas o grupo parecia responder melhor com a presença em campo de seu líder. Franck Ribery e Mario Gómez fizeram os gols que deram a vitória por 2 a 1 aos bávaros. Na volta, o Real Madrid abriu uma vantagem de 2 a 0, mas um pênalti convertido por Robben forçou a prorrogação e, depois, os pênaltis.

Nessa hora brilhou a estrela de Manuel Neuer, que defendeu as cobranças de Cristiano Ronaldo e Kaká e ajudou seu time a chegar à final.

Com as eliminações de Real e Barcelona, os bávaros chegam como favoritos a decisão, apesar de terem perdido seu último jogo importante, na final da Copa da Alemanha, por 5 a 2 para o Borussia Dortmund.

Vencer a final da Liga dos Campeões pode ser importante para o Bayern mostrar que ainda é uma das maiores potências continentais, porque, nacionalmente, tem sido superado pelo Borussia Dortmund.

Confira o caminho do Bayern até a final:.

Primeira fase.

Grupo A.

Classificação: J V E D GP GC PTS.

———————————————.

1. Bayern 6 4 1 1 11 6 13.

2. Napoli 6 3 2 1 10 6 11.

3. Manchester City 6 3 1 2 9 6 10.

4. Villarreal 6 0 0 6 2 14 0.

Villarreal 0 – Bayern 2.

Bayern 2 – Manchester City 0.

Napoli 1 – Bayern 1.

Bayern 3 – Napoli 2.

Bayern 3 – Villarreal 1.

Manchester City 2 – Bayern 0.

Oitavas de final.

Ida: Basel 1 – Bayern 0.

Volta: Bayern 7 – Basel 0.

Quartas de final.

Ida: Olympique de Marselha 0 – Bayern 2.

Volta: Bayern 2 – Olympique de Marselha 0.

Semifinais.

Ida: Bayern 2 – Real Madrid 1.

Volta: Real Madrid 2 – Bayern 1 (Bayern 3 a 1 nos pênaltis). EFE