Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Libertadores: Inter recebe Tigres para encaminhar vaga na final

Depois de um mês e meio de espera, time gaúcho abrirá a semifinal contra equipe mexicana – que tem Rafael Sóbis, ídolo colorado, como esperança de gols

Por Da Redação 15 jul 2015, 11h14

O Inter finalmente voltará a campo pela Copa Libertadores depois de quase 50 dias de espera, por causa da pausa para a realização da Copa América. Nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), a equipe gaúcha receberá o Tigres, do México, no jogo de ida das semifinais do torneio, no Beira-Rio, em Porto Alegre. A intenção do Inter é repetir o feito do River Plate, que nesta terça passou por 2 a 0 pelo Guaraní, do Paraguai, e abriu ótima vantagem para o jogo da volta. O jogo marcará o reencontro da torcida colorada com Rafael Sóbis, bicampeão da América pelo Inter e que hoje defende o Tigres.

Leia também:

River Plate vence Guaraní e fica perto da final

Na Argentina, craques voltam por amor à camisa. No Brasil….

Neste um mês e meio de descanso da Libertadores, o técnico Diego Aguirre revezou os atletas no time titular do Inter nos jogos do Campeonato Brasileiro. O Inter caiu de rendimento no torneio nacional (é apenas o 12º colocado), mas a estratégia de priorizar a Libertadores do ponto de vista físico deu certo: o goleiro Alisson, o volante chileno Aránguiz, os meias D’Alessandro e Valdívia e os atacantes Nilmar e Lisandro López, que tiveram problemas de lesão, se recuperaram e estão confirmados para o duelo contra os mexicanos.

O Tigres chega com uma equipe bastante reforçada na semifinal. Os mexicanos aproveitaram a janela de transferências internacionais, investiram mais de 60 milhões de reais e trouxeram cinco jogadores: o francês André-Pierre Gignac, os mexicanos Jüergen Damm, Javier Aquino e Jairo González e o nigeriano Ikechukwu Uche – o último é o único que não veio ao Brasil.

Dirigida pelo carioca Ricardo Ferretti, a equipe deve começar em campo com a presença de dois brasileiros: o zagueiro Juninho, ex-Botafogo, e Rafael Sobis, o ídolo do Internacional. “Estou louco para que a partida comece o mais rápido possível. É difícil falar sobre o Inter. É outra história. O que aconteceu de bom, de mal, não tem nada a ver com este jogo. Cheguei a esse momento para isso, podendo ser tricampeão. É uma oportunidade única”, comentou Sóbis.

Os mexicanos enfrentam o Internacional com um desfalque inusitado. Reserva de Gignac, o atacante Amaury Escoto dormiu demais, atrasou-se e perdeu o voo para o Brasil. Assim, o Tigres chegou para o duelo desta quarta-feira com 21 jogadores.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade