Clique e assine a partir de 9,90/mês

Liberado por árabes, Wendel é anunciado como reforço do Vasco

Por Da Redação - 10 jul 2012, 15h58

A novela da contratação do meio-campista Wendel durou pouco mais de um mês, mas teve final feliz para o Vasco. Nesta terça-feira, o jogador recebeu a liberação do Al Shabab, da Arábia Saudita, e já foi a São Januário negociar as bases finais do acordo, vestir a camisa e ser oficialmente anunciado como reforço da equipe para as próximas três temporadas.

Aos 30 anos, Wendel foi indicação de Ricardo Gomes e Cristóvão Borges. O treinador afastado do Vasco comandou o meio-campista na conquista da Copa da Liga Francesa de 2007, enquanto o atual comandante da equipe foi auxiliar na campanha da Seleção Brasileira pré-olímpica de 2004, quando o então jogador do Cruzeiro era o camisa 15 da equipe que contava com Robinho, Dagoberto e Maicon.

No Vasco, o jogador terá a função de suprir as ausências de Rômulo, vendido aos russos do Spartak de Moscou por R$ 20 milhões, e Allan, negociado com os italianos da Udinese. Além disso, Diego Souza negocia com um clube árabe e pode abrir outra vaga no meio-campo titular do Vasco. Sem nem comemorar o sucesso na contratação de Wendel, diretoria já planeja novos reforços para o setor.

Mineiro de Mariana, Wendel foi revelado nas categorias de base do Cruzeiro, mas não se destacou de imediato e chegou a ser emprestado ao Caxias, em 2001. O jogador só ganhou projeção com o título do Brasileirão de 2003, pelo Cruzeiro, e acabou vendido ao Nacional da Ilha da Madeira no ano seguinte. Entre 2005 e 2006, ele atuou pelo Santos até ser negociado com o Bordeaux, da França, onde foi campeão nacional de 2009 e permaneceu até 2011. No mundo árabe, atuou por Al Ittihad e Al Shabab antes de integrar o plantel do Vasco.

Publicidade