Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Leonardo diz que Beckham em Paris não é só marketing

Brasileiro diz que objetivo 'não é vender camisas, e sim para ganhar títulos'

Mesmo depois de participar de três Copas do Mundo e de fazer sucesso por clubes como Manchester United, Milan e Real Madrid, o meia David Beckham chegou ao Paris Saint-Germain sob forte desconfiança. Aos 37 anos, o camisa 32 foi anunciado como reforço da equipe parisiense em uma entrevista coletiva muito concorrida, com a presença de jornalistas de vários países. Mas o diretor esportivo da equipe francesa, Leonardo, negou que o foco principal da contratação seja o marketing. De acordo com o brasileiro, Beckham é um reforço para o time, não para a imagem do clube. “Ele é um exemplo não só como pessoa, mas também na forma como administra sua carreira. E também é um jogador muito exigente. Ele não está aqui para se divertir, e sim para ganhar jogos. Não compramos jogadores para vender camisas, e sim para conquistar títulos”, disse Leonardo.

Acompanhe VEJA Esportes no Facebook

Siga VEJA Esportes no Twitter

Sem entrar em campo desde que deixou o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, no fim do ano passado, Beckham será submetido a um treinamento individual até o próximo dia 13. O meia marcou sete gols em 30 partidas pela equipe americana em 2012 e foi peça fundamental para a conquista do bicampeonato nacional pelo Galaxy O Paris Saint-Germain, reforçado com atletas como Ibrahimovic, Thiago Silva, Lucas e Lavezzi, ocupa a primeira colocação na tabela de classificação do Campeonato Francês, com 48 pontos. Além disso, a equipe comandada pelo italiano Carlo Ancelotti está garantida nas oitavas de final da Liga dos Campeões, onde enfrenta o Valencia em 12 de fevereiro e 6 de março.

(Com agência Gazeta Press)