Clique e assine com até 92% de desconto

Leão vê triunfo do ‘coração’ do Linense e quer São Paulo amadurecido

Por Da Redação 15 abr 2012, 21h06

A comemoração do time do Linense, trocando abraços emocionados com a vitória sobre o São Paulo mesmo sem a classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro, comprovou para Emerson Leão que a vontade dos anfitriões foi fundamental. E deseja que a primeira derrota depois de 14 partidas sirva de aprendizado aos seus comandados.

‘O Linense jogou com o coração e saiu com o resultado que plantou’, definiu o treinador, em palavras bem parecidas com as de Lucas, que deixou o campo apontando falta de vontade e raça como uma das explicações para o tropeço que custou a liderança do Campeonato Paulista no final da fase de classificação.

‘Não foi legal e não era o que gostaríamos que acontecesse. Já que aconteceu, serve para amadurecer os jovens e as pessoas que achavam que não perderíamos nunca. Futebol é feito para ser disputado. Agora, pés no chão, recomeço e beleza’, apontou Leão, pedindo mais eficiência.

‘A posse de bola deve ter sido de 80% para nós e 20% para o adversário. Mas os 20% do adversário foram melhores’, constatou, minimizando a presença do Corinthians na primeira colocação. ‘Não perdemos para o Corinthians. Jogamos contra o Linense e perdemos por nossa falta de iniciativa’, definiu.

Em meio às estratégias da equipe de Lins para vencer, Leão só abriu um sorriso irônico ao falar das seguidas quedas dos jogadores do clube anfitrião reclamando de lesões – o árbitro deu só quatro minutos de acréscimo no segundo tempo. ‘O árbitro foi bem, poderia ter dado uns 30 minutos, mas está tudo certo.’

Continua após a publicidade
Publicidade