Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Leão confirma Luis Fabiano em Mirassol e o compara a César Maluco

Apesar de ter sido poupado do treino desta sexta-feira por incômodo muscular, Luis Fabiano está confirmado por Emerson Leão no time que visita o Mirassol no domingo mesmo antes de fazer o teste programado pelo departamento médico na véspera do jogo. A comissão técnica tem realizado um trabalho cauteloso com a parte física do centroavante, como já foi feito nos anos 1970 com um colega de Leão quando jogava no Palmeiras.

O atual comandante do Tricolor lembra que César Maluco, em 1972, recebeu uma longa suspensão por ter brigado com o árbitro Renato de Oliveira Braga. Quando voltou, passou a ter contusões, assim como Luis Fabiano depois de passar mais de sete meses com lesão em tendão próximo ao joelho direito no ano passado.

‘O César era um centroavante parecido com o Luis Fabiano. Quando voltou, teve pequenas contusões que antes não tinha, mas em dois meses desapareceram’, recordou o ex-goleiro, até minimizando as atuais dores de seu camisa 9. ‘O Fabiano está descansando em cima da maca, nada mais do que isso’, explicou, sorrindo.

Neste ano, Luis Fabiano ficou mais de um mês vetado por conta de uma lesão muscular na coxa direita. E já avisou em entrevistas recentes que problemas do mesmo tipo voltarão a acontecer em breve, em decorrência do longo tempo vetado na temporada passada.

A tarefa da comissão técnica do Tricolor é diminuir os prejuízos do atacante. ‘Todos os atletas que ficam muito tempo parados têm recaídas e precisamos administrá-las. Mas ele não está muito longe de sua elite. Está bem, fazendo o que mais sabe, que é gol. E gol acrescenta para a carreira dele’, afirmou Leão.

O desempenho do atleta colocando a bola nas redes adversárias realmente tem sido satisfatório. Foram sete gols de Luis Fabiano em sete partidas – o artilheiro da equipe na temporada, contudo, continua sendo Willian José, que marcou nove vezes na ausência do titular.

Fabrício fora – O volante, que até agora atuou só 28 minutos pelo São Paulo, no empate com o Bragantino em 22 de fevereiro, treinou normalmente a semana toda. A comissão técnica e o departamento médico, entretanto, mantêm a cautela e não o levarão para Mirassol.

‘O Fabrício está em fase final de recuperação depois de muitos meses, não pode correr riscos’, falou Leão. O meio-campista, contratado para ser o exemplo de ‘sangue nos olhos’ que faltou no elenco em 2011, se apresentou na pré-temporada com lesão no tornozelo esquerdo e, em seu único jogo pelo Tricolor, sentiu contratura na panturrilha direita.