Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Leão condena convocação de Lucas: ‘O meu jogo vale, o da Seleção não’

Por Da Redação 14 fev 2012, 10h52

O técnico Emerson Leão foi informado nesta terça-feira a respeito da convocação do meio-campista Lucas para o amistoso da Seleção Brasileira no próximo dia 28, contra a Bósnia. Visivelmente insatisfeito pela obrigatoriedade da cessão do camisa 7, Leão conteve o discurso áspero, mas não evitou criticar a lista divulgada pelo técnico Mano Menezes minutos antes.

O descontentamento foi em virtude da data da partida, apenas dois dias depois de um compromisso do São Paulo, em Presidente Prudente, contra o Palmeiras. Caso o pedido do Tricolor para que Lucas não seja cedido a CBF termine negado, o meia-atacante fica fora de mais um duelo decisivo da equipe de Leão.

‘É um notícia ruim danada. É data Fifa? É obrigatório ceder o jogador? Vou fazer de tudo para ele não ir, porque é um jogo que não vale nada, mas o meu vale. Por que outros jogadores além de dois ou três com idade olímpica não são convocados? Acho altamente desagradável’, afirmou o treinador depois de comandar o primeiro treino coletivo do São Paulo para o duelo da próxima quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), diante do Paulista de Jundiaí.

Insatisfeito com a convocação, Leão vê que o jogador fez por onde merecer a convocação, mas não é por isso que ele alivia no discurso: ‘Claro que foi merecido, mas tem aquela coisa, vão falar: ‘Ah, só pensa assim porque é técnico de clube. Se fosse técnico de Seleção diria outra coisa’. Isso é verdade, mas não sei. Eu não mando nos deuses do Olimpo e não vou ligar para o Mano. Da Seleção Brasileira eu sou apenas torcedor’.

Lucas foi o único jogador do São Paulo convocado para o amistoso diante da Bósnia no final de fevereiro. Outros que já figuraram nas listas anteriores de Mano Menezes, como Rhodolfo e Cícero, por exemplo, ficaram fora desta lista.

Continua após a publicidade

Publicidade