Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lateral da seleção é alvo de racismo em clássico de Madri

Torcida do Atlético ofendeu Marcelo, do Real, enquanto ele brincava com filho

Mesmo sem entrar em campo na vitória do Real Madrid sobre o Atlético de Madrid, na quarta-feira, na capital espanhola, o brasileiro Marcelo foi xingado pelos torcedores do rival no Estádio Santiago Bernabéu. De acordo com informações publicadas nesta quinta-feira pelo jornal espanhol Marca, o lateral, titular da seleção brasileira, foi chamado de “macaco” enquanto fazia aquecimento perto ao setor destinado à torcida visitante, antes da partida válida pela Copa do Rei. Marcelo já foi alvo de ofensas racistas em outras ocasiões desde que chegou ao futebol europeu – inclusive do volante Busquets, do arquirrival Barcelona.

Leia também:

Messi estrela a maior campanha da Uefa contra o racismo

Brasileiro sofre racismo da própria torcida na Espanha

Além de xingar Marcelo e imitar macacos, a torcida do Atlético também provocou o brasileiro enquanto ele brincava com seu filho Enzo. “Marcelo não é seu pai”, gritavam os espanhóis para o garoto, que tem 4 anos. O jogador não conseguiu esconder sua decepção com o tratamento recebido na partida. O Atlético tem como seu grande destaque na temporada outro brasileiro, Diego Costa. Outros três jogadores nascidos no país estão no elenco: Filipe Luis, Miranda e Diego. Derrotado por 3 a 0, o Atlético precisa de um milagre para reverter a vantagem do Real no jogo de volta, no Estádio Vicente Calderón, na próxima terça.

(Com agência Gazeta Press)