Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Lamborghini revela o Huracán, que vai substituir o Gallardo

Novo superesportivo tem modelo ainda mais potente. Modelo chegará em 2014

Por Da Redação - 22 dez 2013, 09h32

A Lamborghini acaba de divulgar as primeiras imagens e informações sobre seu mais novo superesportivo, o Huracán LP 610-4. E ele chega com uma dura missão: suceder o Gallardo, o maior sucesso da marca italiana, com mais de 14.000 unidades vendidas em dez anos de produção. O nome do modelo, como reza a tradição da fabricante, foi inspirado em um touro famoso. No caso do Huracán, ele foi inspirado em um animal que ganhou fama nas arenas espanholas em 1879. A expectativa é de que o substituto do Gallardo faça sua primeira aparição pública em março, durante o Salão de Genebra, na Suíça.

Leia também:

Publicidade

Duas décadas depois, Lamborghini volta a fabricar jipões

Egoista, um Lamborghini para quem só quer ‘voar’ sozinho

Publicidade

Lamborghini: cinquentenário tem megadesfile de esportivos

Vende-se Lamborghini raro, modelo 1998. Preço: R$ 4,2 mi

O motor que impulsiona o Huracán é um V10 5.2 litros com 610 cavalos de potência – 50 cv a mais que o Gallardo – e 57,1 kgfm de torque máximo. O câmbio é novo, tem sete marchas e dupla embreagem – batizada com o termo Lamborghini Doppia Frizione. A tração é integral nas quatro rodas. E este conjunto é capaz de fazer o carro atingir 325 km/h de velocidade máxima e aceleração de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos.

Leia também:

Publicidade

Fiat lança a edição de despedida do Mille, por 31.200 reais

Primeiro BMW com motor flex chegará por 129.950 reais

Vídeo mostra produção do novo SUV da Porsche, o Macan

Eis o novo Mercedes Classe C, brasileiro a partir de 2015

Publicidade

O visual do Huracán é claramente inspirado no Aventador, o atual modelo topo de linha da Lamborghini, mas o desenho da traseira é inédito e traz uma moldura que abriga as lanternas e uma ampla grade horizontal. O chassi usa ligas de alumínio e fibra de carbono e pesa 1.422 quilos. Por dentro, destaque para um painel personalizável com uma tela TFT de 12,3 polegadas. A iluminação dos faróis, lanternas e da cabine é feita por leds. Um botão no volante permite ao motorista escolher três tipos de programas de condução – Corsa, Sport e Strada. As configurações alteram as respostas do motor, do câmbio, da direção, o controle de estabilidade, a rigidez dos amortecedores e o som do escapamento.

Publicidade