Clique e assine a partir de 8,90/mês

Lakers vencem Heat por 106 a 93 e conquistam 17º título na NBA

Equipe californiana foi liderada pelo astro LeBron James, que marcou 28 pontos e foi escolhido o melhor jogador das finais em Orlando

Por Redação - Atualizado em 12 out 2020, 00h19 - Publicado em 11 out 2020, 23h55

Liderado pelo astro LeBron James, o Los Angeles Lakers venceu o Miami Heat no sexto jogo da final da NBA e se sagrou campeão da liga americana de basquete pela 17ª vez neste domingo, 11. A equipe californiana, que voltou a ganhar o título após dez anos, fechou as finais da temporada 2019-2020 com quatro vitórias contra duas do Miami.

Depois de superarem o adversário na quarta partida por seis pontos de diferença e serem derrotados no quinto jogo por três pontos, os Lakers venceram o sexto e jogo da série melhor de sete com uma vantagem mais ampla: 106 a 93. Com o campeonato conquistado na “bolha” da NBA em Orlando, a franquia de Los Angeles igualou o recorde histórico de campeonatos do Boston Celtics.

Após a derrota na última sexta-feira, no quinto jogo da série decisiva, LeBron James comandou a equipe neste domingo com uma atuação de gala, marcando um triplo-duplo: 28 pontos, 14 rebotes e 10 assistências. Ele foi escolhido o melhor jogador das finais da NBA. Outro astro do Lakers, Anthony Davis terminou o sexto jogo com 19 pontos e 15 rebotes.

Pelo lado do Heat, os destaques foram Bam Adebayo (25 pontos, dez rebotes e cinco assistências) e Jimmy Butler (12 pontos, oito assistências e sete rebotes).

Aos 35 anos de idade, James conquistou o quarto título na carreira (ele já havia sido campeão duas vezes pelo próprio Miami Heat e uma pelo Cleveland Cavaliers), cumprindo a promessa de levar a equipe da Califórnia ao topo do campeonato da NBA, o que não acontecia desde 2010, e homenagear o falecido Kobe Bryant.

Bryant, que morreu aos 41 anos em um acidente de helicóptero em janeiro deste ano, junto a filha de 13 anos e outras sete pessoas, era o ala-armador dos Lakers quando ergueram seu 16º troféu na liga americana.

(com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade