Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Krzyzewski deixará seleção americana de basquete após Olimpíadas

Redação Central, 14 mai (EFE).- O treinador da seleção americana de basquete, Mike Krzyzewski, confirmou nesta segunda-feira que não pensa em seguir no cargo após os Jogos Olímpicos de Londres.

O técnico da Universidade de Duke, que assumiu a seleção antes das Olimpíadas de Pequim, em 2008, contará com o elenco mais estrelado do país, recheado de jogadores da NBA, para tentar mais uma medalha de ouro para o país.

‘Coach K’, como Krzyzewski é conhecido nos EUA, chegou à seleção americana para substituir o veterano Larry Brown, que conquistou apenas o bronze em Atenas-2004.

Quatro anos depois, Krzyzewski conseguiu seu objetivo de recuperar a supremacia olímpica do basquete americano.

A equipe conquistou a medalha de ouro em Pequim-2008, e o treinador, junto ao dirigente Jerry Colangelo, estabeleceu uma base estável de jogadores que se comprometeram a ter continuidade no time nacional.

As estrelas são Kobe Bryant, Dwyane Wade, LeBron James e Dwight Howard (que desfalcará a equipe em Londres, assim como Derrick Rose, ambos contundidos), entre outros.

Os EUA também conseguiram a medalha de ouro e o título no Mundial de Basquete de 2010, disputado na Turquia e que contou com o ala Kevin Durant, do Oklahoma City Thunder, como a grande estrela da equipe.

Mike Krzyzewski, de 65 anos, disse que treinar o time dos EUA foi ‘a maior honra’ que teve em sua carreira profissional e que seguirá ligado ao basquete americano depois de deixar o seu cargo atual.

Colangelo, por sua vez, confirmou que depois das Olimpíadas de Londres começará a trabalhar em busca do substituto de Krzyzewski, mas que continuará dando continuidade a todo o programa que permitiu o renascimento do basquete americano em nível internacional. EFE