Clique e assine a partir de 9,90/mês

Kia Soul recebe primeiras mudanças desde seu lançamento

Modelo 2014 foi mostrado em Nova York e chega às lojas dos EUA após junho

Por Da Redação - 1 abr 2013, 11h27

O Soul, um dos modelos mais vendidos da Kia Motors no mundo, acaba de ganhar a primeira repaginada significativa desde o seu lançamento, há pouco mais de quatro anos. Considerado a nova geração do crossover urbano, o Soul 2014 fez sua estreia no Salão de Nova York, que vai até domingo. O lançamento no mercado americano foi confirmado para o terceiro trimestre deste ano, mas os preços do modelo só serão divulgados perto da data de início das vendas. A expectativa é de que a tabela não supere os 15.175 dólares (ou pouco mais de 30.000) cobrados atualmente pelo modelo 2013.

Leia também:

007 acelera novo Range Rover Sport em Nova York

Os supercarros de James Bond em 50 anos no cinema

Continua após a publicidade

Camaro aparece renovado em NY. E resgata a lendária versão Z28

Apesar de preservar o ‘estilo caixote’ da primeira geração, o Soul 2014 teve seu visual aprimorado e boa parte dele foi antecipado pelo protótipo Track’ster, apresentado no Salão de Chicago, em fevereiro de 2012. Entre as principais características herdadas do carro-conceito estão os faróis, a grade inferior trapezoidal e a tampa do porta-malas, que traz um painel da cor da carroceria e o emblema da Kia ao centro. As lanternas verticais – que nem todos gostam – continuam lá, mas estão mais integradas à tampa traseira, formando uma moldura única, conferindo uma aparência mais harmoniosa. A famosa grade boca de tigre, marca registrada dos carros da Kia, também foi mantida, porém seu desenho ganhou retoques sutis.

Leia também:

Audi revela novo A3 Sedan. No Brasil, deve chegar só em 2014

Continua após a publicidade

Mercedes C 250 Turbo Sport chega por R$ 189.900

Continua após a publicidade

HB20 decepciona em crash test. EcoSport vai bem

O novo Soul também ganhou chassi mais longo, largo e 29% mais rígido em comparação ao usado pelo modelo anterior. A nova geração está 15,2 milímetros mais larga (1,80 metros no total), tem uma distância entre-eixos 20,3 mm maior (2,57 m), mas manteve a mesma altura, 1,61 m.

Nos EUA, ele será oferecido em três versões de acabamento – Base, Plus e Exclaim -, sendo que a opção básica trará de série vidros e travas elétricos, volante com ajuste de profundidade, conectividade Bluetooth, sistema de entretenimento e navegação SiriusXM e seis alto-falantes. Os opcionais ficam por conta de rodas aro 16 polegadas, controle de velocidade de cruzeiro, dispositivo de abertura remota das portas e o Flex Steer, que permite ao motorista escolher três modos de direção – conforto, normal e esporte.

Continua após a publicidade

Leia também:

Novo Porsche Cayman chega em abril, por até R$ 399.000

Novo Range Rover: preços entre 550.000 e 600.000 reais

Mercedes C 250 Turbo Sport chega por R$ 189.900

Continua após a publicidade

A versão top de linha Exclaim virá equipada com rodas de liga leve aro 18, faróis auxiliares, diodos luminosos (leds) nas luzes diurnas e lanternas, painel central em acabamento black piano e porta-luvas refrigerado. Faróis de alta luminosidade, quadro de instrumentos com tela multifuncional, ar-condicionado automático e alto-falantes dianteiros decorados com leds estão entre os equipamentos vendidos à parte.

Quer saber quanto vale seu carro? Consulte a tabela VEJA

As últimas informações sobre lançamentos, recall, test drives e mercado

A opção Base terá sob o capô um motor de quatro cilindros 1.6 litro GDI, com 130 cv de potência, enquanto a Plus e a Exclaim trarão um bloco 2.0, também de quatro cilindros, com 164 cv. As opções de entrada e intermediária virão com câmbio manual de seis marchas. Já a topo de linha contará apenas com transmissão automática de seis marchas, que será oferecida para as outras versões como item opcional.

Continua após a publicidade

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O interior também foi atualizado e abandonou as linhas simétricas, presentes na geração anterior. O projeto priorizou a ergonomia. O volante conta com botões de acionamento do sistema de som, do Bluetooth, do cruise control e do Flex Steer. Há também uma tela de cristal líquido no centro do painel.

No Brasil, o novo Soul só deve chegar mesmo no ano que vem. Lançado por aqui em meados de 2009, o crossover soma quase 33.000 unidades emplacadas.

Publicidade