Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juvenal reclama de atletas ‘vaselinas’ e promete reforços com raça

Juvenal Juvêncio perdeu a paciência com o elenco atual do São Paulo. No evento em que anunciou o projeto de modernização do Morumbi, nesta terça-feira, o presidente prometeu dizer ‘coisas que não podem ser faladas’. E cumpriu. Em um bem-humorado pronunciamento de mais de 40 minutos (seria uma entrevista coletiva, porém não houve tempo para perguntas), ele não poupou críticas ao time que não conquistou nenhum título em 2011 nem se classificou para a Copa Libertadores da América.

‘Traremos alguns jogadores sem tanta ressonância agora, mas com corações mais fortes. Não adianta ficar com uns vaselinas, que só sabem driblar. Assisti a uns jogos em que, se fosse comigo, eu entrava com tudo em campo’, declarou Juvenal.

Não é a primeira vez em que o presidente externa a sua insatisfação com os seus jogadores. ‘O São Paulo teve coragem de dizer que o elenco não foi bem. Falando assim, até desvalorizo alguns atletas. Mas é o preço que devemos pagar’, relevou, enfatizando que mudará a característica do plantel comandado por Emerson Leão. ‘Já temos alguns jogadores contratados, e outros em negociação. São bons? No meu entender, sim. Vou trazer caras de guerra e de luta. Uns vão gostar. Outros, não. Respeito as observações. Mas eles são bons, sim. Uns com menos habilidade, mas com muita alma e coração’, acrescentou.

O São Paulo ainda não oficializou nenhuma contratação para a próxima temporada, mas já articulou acertos com o volante Fabrício (estava no Cruzeiro), o zagueiro Edson Silva (Figueirense), o meia Maicon (Figueirense), o lateral esquerdo Cortês (Botafogo) e o zagueiro Paulo Miranda (Bahia). ‘Não vou falar os nomes dos atletas. Isso traz um prejuízo real para nós. Vocês precisam entender as dificuldades. Esse negócio de vazar é uma barbaridade, pois alguém passa a querer dar mais dinheiro e eleva o preço’, justificou Juvenal.