Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juvenal Juvêncio deseja boa sorte a Marin, novo presidente da CBF

No dia em que foi oficializada a renúncia de Ricardo Teixeira do cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o mandatário do São Paulo, Juvenal Juvêncio, deu votos de boa sorte a José Maria Marin, sucessor de Teixeira.

Em nota divulgada no site oficial do clube, o dirigente, que encontrou-se com Marin no último domingo, durante o jogo entre São Paulo e Portuguesa, disse ter ‘plena confiança’ no novo dirigente da CBF, que assume o mandato que antes era de Teixeira.

‘O doutor Marin é um advogado ilustre, com uma trajetória importante no futebol. Inclusive com experiência dentro do campo. Temos plena confiança de que ele vai trazer um novo momento para o futebol brasileiro. Desejamos a ele toda sorte e apoio neste momento’, afirmou Juvenal.

Ex-jogador de futebol, com passagem pelo São Paulo entre 1950 e 1952, Marin encontrou-se com alguns membros da diretoria tricolor, neste domingo, no Morumbi. O novo presidente da CBF ainda conversou com o auxiliar técnico Milton Cruz, além do goleiro Rogério Ceni, que recupera-se de uma cirurgia no ombro.

Após a saída de Teixeira, que estava na presidência da CBF desde 1989, Marin foi escolhido por ser o vice mais idoso da entidade. Ex-governador de São Paulo e também ex-presidente da Federação Paulista de Futebol, com a sua chegada na entidade, há a possibilidade de uma reaproximação do São Paulo com a CBF, uma vez que Juvenal era desafeto do então mandatário, Ricardo Teixeira.