Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça dá razão ao Coxa e Furacão vai jogar em Ponta Grossa

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR) manteve a liminar a favor do Coritiba em relação ao empréstimo do Couto Pereira ao Atlético -PR, frustrando os planos da Federação Paranaense de Futebol, que tentou impor o Alto da Glória como palco da estreia do Furacão no Campeonato Paranaense. Com isso, a partida diante do Londrina, no domingo, será disputada no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa.

O imbróglio, que se arrasta desde o começo do ano, ganhou ares de luta política com o Ato Administrativo emitido pela FPF, obrigando o Coxa a ceder seu estádio ao rival a um preço muito abaixo do orçado em um primeiro momento para o aluguel. Alegando problemas no gramado, que acaba de passar por uma reforma, e a negativa dos conselheiros do clube, o Alviverde entrou na Justiça, que acatou seus argumentos.

A novela, no entanto, deve ganhar outros capítulos. O Operário, dono do Germano Kruger, já avisou que cedeu seu campo, que fica a menos de 100 quilômetros de Curitiba, apenas para a estreia e sequer foi informado sobre valores que receberá. Daí para frente fica a expectativa de se concretizar a parceria entre o Rubro-Negro e o Paraná Clube para utilização da Vila Capanema.

Iraty muda de ideia e vai jogar – Outro drama que se formou às vésperas do Estadual ganha um final feliz. O Iraty, que na quarta-feira avisou que não disputaria a competição por falta de condições de cumprir as exigências de segurança no Estádio Emílio Gomes, voltou atrás e vai jogar.

Depois de uma reunião, os dirigentes do Azulão aceitaram atuar em outras cidades, temendo punições mais severas. O problema, no momento, é registrar os atletas a tempo de ter um time completo para atuar no final de semana.