Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Junta não acata pedido e Petraglia concorre às eleições no Atlético-PR

Por Da Redação 9 dez 2011, 16h52

Responsável por supervisionar as eleições do Atlético-PR, a Junta Eleitoral não acatou o pedido da situação e rechaçou a possibilidade de impugnar a candidatura da chapa do antigo presidente Mário Celso Petraglia nas eleições da próxima quinta-feira. Segundo a análise feita, não existe nenhuma irregularidade que justifique a saída da oposição do pleito.

A grande reclamação da situação era com relação ao ligamento de três nomes que participam da corrente política adversária, que estariam ligados diretamente ao Conselho Deliberativo e à Sociedade de Propósito Específico (SPE). Tal prática iria contra o regimento do clube, uma vez que a SPE é a responsável pela vistoria das obras da Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014.

Além disso, Petraglia é o atual presidente desta empresa, o que fere o artigo 156 da Lei das S/A. Nessas condições, o dirigente não poderia exercer funções administrativas na equipe, uma vez que seu negócio possui interesses conflitantes com o time. Os outros nomes que foram questionados pela atual diretoria foram os de Antônio Carlos Bettega, José Cid Campello e Aguinaldo Coelho Faria.

Desse modo, as eleições do dia 15 deste mês contarão com ambas as chapas para que sejam escolhidos os conselhos Deliberativo e Administrativo, que serão responsáveis pela reformulação da equipe em 2012. A nova diretoria terá que analisar as finanças do clube e armar uma equipe competitiva para recuperar a vaga perdida na Série A, já que o Furacão foi rebaixado este ano.

Continua após a publicidade

Publicidade