Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juninho vê título brasileiro longe, mas nega acomodação no Palmeiras

O Palmeiras se livrou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com a vitória por 3 a 0 sobre o Náutico, mas o lateral esquerdo Juninho admite estar muito longe do troféu da competição. Por isso, o jogador quer pelo menos alcançar um posto com distância mais confortável em relação à área de perigo.

‘Precisamos somar mais pontos no Brasileirão rápido. Não queremos chegar na 30rodada preocupados e correndo risco, queremos ganhar mais jogos logo. É difícil brigar por título, mas não impossível’, ponderou.

O Verdão aparece na 14posição do Nacional, com dez pontos, enquanto o líder Atlético-MG possui 28. Mesmo distantes da ponta, os palmeirenses não querem abandonar a competição e se sentem menos pressionados, em função da conquista do título da Copa do Brasil.

‘Fizemos história aqui e estamos mais tranquilos, porque deu uma diminuída na pressão, mas ainda faltam o Brasileiro e a Sul-americana, não podemos nos acomodar’, advertiu. O lateral esquerdo explicou que nunca houve episódio de desarmonia no clube nesta temporada, mas reconhece que ficou mais fácil trabalhar sem o jejum.

‘Sempre achei o clima aqui bom, mas tinha a pressão maior pela falta de títulos. Ontem (domingo), o Obina chutou, a bola bateu na trave e voltou para o Márcio Araújo fazer o gol. Se fosse antigamente, não teria dado nada certo. As coisas estão fluindo e todos se sentem mais leves para mostrar potencial’, afirmou.

O jogador ainda elogiou a capacidade de concentração do elenco mesmo nos momentos mais difíceis do ano. ‘Quando saímos do Paulista, vínhamos de uma sequência muito boa e sentimos bastante, mas nos mantivemos focados, porque sabíamos que poderíamos ser campeões. A comissão técnica reforçou isso e deu certo’, concluiu.