Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Julio Cesar decreta fim de descanso: ‘Não dá mais para se poupar’

Ao longo de boa parte da primeira fase da Copa Libertadores, o técnico Tite dividiu o grupo corintiano em dois times, deixando o Campeonato Paulista sob o encargo de uma formação mista ou majoritariamente reserva. Às vésperas de mata-mata nas duas competições, tendo obtido sucesso no planejamento inicial, o revezamento pode ser finalizado.

Descansado, o goleiro Julio Cesar é um dos que votam por voltar a disputar os dois torneios simultaneamente. ‘A gente já priorizou um pouco a Libertadores, descansamos no Paulista. Agora o momento é de querer jogar todas as partidas, de estar bem para as duas competições, porque não dá mais para se poupar’, avalia o camisa 1.

Ao menos nesta semana, o desejo do arqueiro deverá ser atendido. Na terça-feira, Tite adiantou que vai com força máxima tanto diante do Paulista (no domingo, pela competição estadual) quanto na quarta-feira que vem, contra o paraguaio Nacional (pelo torneio continental), mesmo arriscando perder algum atleta por lesão.

Enquanto na Libertadores depende apenas de si para retomar a liderança – tem oito pontos, assim como o Cruz Azul, mas com um jogo a menos -, o Corinthians aparece em segundo lugar no Paulista, somando os mesmos 40 pontos do ponteiro São Paulo, só que em desvantagem no saldo de gols. A duas rodadas da fase de classificação, o time alvinegro ainda tenta avançar na dianteira para sempre ter vantagem de mandante no mata-mata.

‘A gente sabe que vai ser difícil o São Paulo tropeçar, mas se eles perderem vamos estar ali para alcançar essa primeira colocação’, avisa o zagueiro Leandro Castán, acompanhando o discurso comum do elenco de que a equipe não irá dirigir propositalmente a definição de seu adversário nas quartas de final por já ter classificação antecipada.

Depois de treinar em dois períodos nesta quarta-feira, o elenco volta a trabalhar na tarde de quinta, no CT Joaquim Grava. Para o confronto com o Paulista, dois desfalques estão confirmados: o zagueiro Chicão levou o terceiro cartão amarelo e dará lugar ao jovem Marquinhos, ao passo que o lateral direito Alessandro se recupera de edema na coxa esquerda e ainda não tem condição de tomar a vaga do improvisado Edenílson.