Clique e assine a partir de 9,90/mês

Júlio César culpa rival por vacilo em gol do Bragantino

Por Da Redação - 5 fev 2012, 18h55

Por Marcius Azevedo

São Paulo – O goleiro Júlio César, do Corinthians, justificou a sua indecisão no lance que originou o gol do Bragantino na primeira jogada de ataque do rival. Segundo ele, o principal culpado foi o zagueiro André Astorga. O jogador do time do interior paulista, que estava em posição de impedimento no momento da cobrança de falta de Romarinho, ameaçou ir na bola e acabou atrapalhando a ação do corintiano.

“A gente fica esperando o toque do jogador e isso atrapalha. Na hora em que o André Astorga ameaçou e não foi, eu tive de mudar a minha defesa”, explicou Júlio César, que, indeciso, acabou espalmando a bola no pé direito de Serginho, que, livre de marcação, tocou para o gol vazio.

“Se o André Astorga não tivesse ameaçado, eu conseguiria fazer a defesa até com tranquilidade. Acabei espalmando e a bola sobrou para eles marcarem o gol”, concluiu o goleiro.

Depois do lance, logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Júlio César se mostrou um pouco mais seguro nas saídas de gol e foi bem sempre que exigido pelo ataque do Bragantino.

Continua após a publicidade
Publicidade