Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Julinho e Rogerinho avançam para quartas de final em São Paulo

Nesta quarta-feira, Júlio Silva foi o primeiro tenista brasileiro a avançar para a fase de quartas de final do challenger de São Paulo, competição que está sendo disputada no Clube Paineiras do Morumby. O cabela de chave número 7 passou pelo argentino Nicolas Pastor com parciais de 6/2 e 6/1.

Nas quartas, Silva vai medir forças contra o português Gastão Elias, algoz de Fernando Romboli. Elias eliminou o santista após vencer com placar de 6/2 e 6/3.

‘Minha meta para esse semestre é baixar da posição 144 , minha melhor no ranking. Quero chegar perto de 120 para poder jogar mais solto na segunda metade do ano. Não tenho muitos pontos para defender e faltam ainda dois meses. Se mantiver a regularidade posso chegar lá. Antes, porém, tenho que vencer algumas guerras, como a partida contra o Elias’, destacou Júlio Silva.

Outro representante do Brasil que também se classificou foi Rogério Dutra Silva, que despachou outro argentino, Guido Andreozzi, com duplo 7/5. O próximo compromisso de Rogerinho será contra Ivo Minar, algoz do croata Dino Marcan. O tcheco venceu o jogo com placar de 6/2 e 6/4.

‘Não cheguei ainda ao meu 100% no saibro, mas estou lutando, ganhando jogos e, pela terceira semana consecutiva, chegando nas quartas. Estou com um jogo sólido e melhorando a cada partida. O Minar é mais uma pedreira. Conheço o jogo dele e só preciso definir uma tática para tentar vencer’, contou Rogerinho.

Quem também segue vivo no torneio é o favorito Blaz Kavcic, da Eslovênia, que passou pelo italiano Marco Crugnola, com 6/3 e 7/6 (7-3). Alberto Brizzi, que derrotou o bósnio Damir Dzumhur, com parciais de 6/2, 2/6 e 6/3, será o próximo oponente do esloveno.

Confira todos os resultados desta quarta-feira no challenger de São Paulo:

Blaz Kavcic (ESL) 2 x 0 Marco Crugnola (ITA) (parciais de 6/3 7/6, 5/7 e 6/1)

Ivo Minar (TCH) 2 x 0 Dino Marcan (CRC) (parciais de 6/2 e 6/4)

Facundo Argello(ARG) 2 x 0 Leonardo Kirche(BRA) (parciais de 6/4 5/7 6/3)

Rogério Dutra Silva (BRA) 2 x 0 Guido Andreozzi(ARG) (parciais de 7/5 e 7/5)