Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Juliana e Larissa vencem dupla alemã em clima de festa

Por Da Redação 30 jul 2012, 21h35

A dupla brasileira de vôlei de praia Juliana e Larissa derrotou as alemãs Holtwick e Semmler nesta segunda-feira, pelos Jogos Olímpicos de Londres, em partida disputada em clima de festa na Horses Guards Parade, ao lado do Palácio de Buckingham.

As brasileiras venceram o jogo por 2 sets a 0, com parciais de 21-18 e 21-13. Esta foi a segunda vitória da dupla em duas partidas. Elas voltam a jogar na quarta-feira contra as tchecas Vazina e Vozakova.

Com o resultado, elas lideram o grupo A e estão praticamente classificadas para as oitavas de final.

Apesar da vitória tranquila, a sempre perfeccionista Larissa não deixou de apontar alguns erros cometidos pela dupla.

“Jogamos bem, cumprimos bem a tática, ganhamos o jogo por 2 a 0, mas perdemos muitos contra-ataques. Consegui defender, mas o levantamento oscilou muito e acabei errando. Então isso incomoda muito porque a gente sabe que contra um time mais forte a gente não pode errar essas bolas”, comentou.

A partida praticamente foi disputada no ‘quintal’ da Rainha da Inglaterra, mas o ambiente lembrava mais o de uma discoteca do que o de um salão da aristocracia britânica.

O locutor da arena não parava de interagir com o público, que cantava e gritava ao som da música, com repertório eclético que ia de Queen (We will Rock you) à música eletrônica.

Continua após a publicidade

“Fiquei muito impressionada com a torcida. A arena está sempre lotada, a Grã-Bretanha nem estava jogando e já estava muito cheio. Mesmo assim, estamos bem focadas no nosso jogo, dentro das quatro linhas, procuramos não prestar muito atenção no que acontece ao redor”, declarou Larissa depois da partida.

A jogadora de 30 anos também destacou que a atmosfera das Olimpíadas era totalmente diferente do que está acostumada a ver durante o circuito mundial.

“É uma competição muito mais longa, que dura quinze dias. São as mesmas atletas que enfrentamos durante o ano, mas a gente sabe que aqui é um torneio muito psicológico, é muito emocional, o pessoal sente muito a atmosfera. Quem estiver melhor preparada mentalmente vai se destacar”, ressaltou.

Estes Jogos têm um sabor especial para a dupla, já que, em Pequim-2008, Juliana sofreu uma grave lesão. Larissa acabou disputando a competição com Ana Paula e ficou com a prata após perder para a dupla americana Kerry Walsh e Misty May.

“Estou muito feliz por estar disputando com Juliana a nossa primeira Olimpíada juntas. Isso está ajudando muito, está dando muita força. Se você for pensar, a gente vem se preparando para esta Olimpíada há oito anos”, completou.

Outro duelo previsto para esta segunda-feira deve mexer ainda mais com a torcida local: o jogo entre os brasileiros Ricardo e Pedro Cunha e os britânicos Grotowski e Garcia-Thompson.

Na estreia, a dupla do Brasil derrotou os noruegueses Skarlund e Spinnang por 2 sets a 0.

Continua após a publicidade
Publicidade