Clique e assine a partir de 9,90/mês

Judoca brasileira perde disputa pelo bronze na prorrogação

Érika Miranda foi derrotada pela japonesa Misato Nakamura na categoria até 52 kg

Por Da redação - Atualizado em 7 ago 2016, 17h36 - Publicado em 7 ago 2016, 17h08

A segunda medalha do Brasil na Rio-2016 escapou por pouco. A judoca brasileira Érika Miranda perdeu a disputa pelo bronze na categoria até 52 kg na tarde deste domingo. Depois de levantar a torcida com um ippon na luta anterior, a brasileira foi superada pela japonesa Misato Nakamura, tricampeã mundial. Em uma luta equilibrada, Érika acabou derrotada ao levar um yuko na prorrogação – quando a primeira judoca que pontuar vence a disputa.

LEIA TAMBÉM:
Dor e choro: as expressões dos judocas derrotados na Rio-2016
Basquete: Brasil reage, mas não consegue virada contra Lituânia

A judoca brasileira chegou à decisão pelo bronze depois de cair na repescagem ao ser derrotada pela chinesa Ma Yingnan nas quartas de final. Com a vaga quase garantida, Érika sofreu um wazari a poucos segundos do fim da luta. Após a derrota, a brasileira voltou ao tatame para enfrentar a romena Andreaa Chitu, atual vice-campeã mundial, em busca de uma chance para disputar o bronze. Com um belo ippon nos últimos momentos do combate, Érika reverteu a desvantagem de um wazari e levantou a torcida na arena.

Judô – Dessa forma, a equipe de judô brasileira, grande esperança de medalhas nos Jogos Olímpicos de 2016, termina seu segundo dia sem pódios. No sábado, os medalhistas de ouro e bronze em Londres-2012, Sarah Menezes e Felipe Kitadai, decepcionaram e caíram na repescagem. Já neste domingo, Charles Chibana foi derrotado na primeira luta pelo japonês Masashi Ebinuma.

 

Publicidade