Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Judô: Mayra Aguiar conquista seu terceiro bronze olímpico

Recuperada de grave lesão, atleta gaúcha superou a sul-coreana Hyunji Yoon e repetiu o feito dos Jogos de Londres-2012 e Rio-2016

Por Da Redação Atualizado em 29 jul 2021, 09h39 - Publicado em 29 jul 2021, 06h27

A judoca brasileira Mayra Aguiar fez história na manhã desta quinta-feira, 29, ao conquistar a medalha de bronze na categoria até 78 kg feminina nos Jogos de Tóquio. No lendário tatame do Budokan, a atleta gaúcha superou a sul-coreana Hyunji Yoon com uma imobilização e ippon na decisão do terceiro lugar e tornou-se a primeira mulher brasileira e conquistar três pódios olímpicos, repetindo o resultado dos Jogos de Londres-2012 e na Rio-2016.

Mayra, de 29 anos, superou assim uma grave lesão no joelho (ruptura do ligamento cruzado anterior esquerdo) sofrida no fim de 2020. Mesmo não chegando à capital japonesa como favorita, recém-operada, ela conseguiu fazer lutas em alto nível e chorou ao falar do feito. “Estou bem emocionada mesmo, foi a conquista mais importante para mim. Tive que aguentar, superar de novo, não aguentava mais fazer cirurgia, é muito desgastante. Mas continuei e fazer nosso melhor vale a pena”, disse a atleta duas vezes campeã mundial ao SporTV.

  • O sonho do ouro ruiu nas quartas de final com derrota para a alemã Anna-Maria Wagner em luta pelas quartas de final, no qual a gaúcha sofreu um wazari já no golden score. Mayra, porém, que já havia vencido a a israelense Inbar Lanir por ippon aos 40 segundos de combate, superou também Aleksandra Babintseva, do Comitê Olímpico Russo, na repescagem e ganhou o direito de lutar pelo bronze.

    LEIA TAMBÉM: Judô: brasileira Maria Portela é eliminada com punição polêmica

    Continua após a publicidade

    “Nunca chorei tanto. Estava chorando igual criança, está muito entalado. Foi muito tempo de superação, uma atrás da outra. E, hoje, poder concretizar com uma medalha é muito importante para mim por tudo o que aconteceu, tudo o que vivi”, completou Mayra ao COB.  A medalha de ouro dos 78 quilos ficou com a japonesa Shori Hamada, que venceu a francesa Madeleine Malonga por ippon.

    Com a vitória de Mayra, o judô brasileiro, esporte que mais rendeu medalhas ao país na história dos Jogos, chegou a 24 pódios. Outro brasileiro na disputa do judô nesta quinta-feira, Rafael Buzacarini, eliminado na primeira luta da categoria até 100 kg pelo belga Toma Nikiforov ao sofrer um wazari.

    Continua após a publicidade
    Publicidade