Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juan mira seu 1.º título brasileiro em chegada ao Inter

Por AE

Porto Alegre – Novo reforço do Internacional, o experiente zagueiro Juan, de 33 anos, foi apresentado oficialmente na noite da última terça-feira, em um hotel de Porto Alegre, e garantiu estar motivado para defender o clube, após uma década atuando no futebol europeu e duas Copas do Mundo disputadas como titular da seleção brasileira, em 2006 e 2010.

Juan estava na Roma desde 2007 e voltará a jogar no futebol nacional dez anos depois de deixar o Flamengo para atuar pelo Bayer Leverkusen, da Alemanha. E o defensor lembrou que no Inter poderá brigar por um feito inédito em sua carreira, após assinar contrato de dois anos com o clube, com possibilidade de renovação por mais um ano.

“Estou muito motivado. O Inter já era um time forte e agora se reforçou ainda mais. Espero que essa união leve aos títulos. O Brasileirão é um campeonato muito equilibrado, mas com certeza somos candidatos. É um título que ainda falta para mim. Minha ambição só aumenta ao longo da carreira”, ressaltou Juan, para depois revelar que foi fácil aceitar a proposta feita pela diretoria do Inter, que anteriormente fechou a contratação do uruguaio Diego Forlán, ex-Inter de Milão.

“O contato com o Inter começou pelo Tadeu Oliveira (empresário), que é um amigo que a gente tem, há uns 40 dias. Foi passada esta possibilidade de jogar aqui e procurei escutar com carinho. Os dirigentes me passaram um pouco da história do Inter, o que acontece dentro do clube. Foi um acerto rápido. O Inter me mostrou algo mais completo, que me deixou mais seguro. Sou profissional e optei vir para cá”, disse Juan, que ao fechar com o clube gaúcho frustrou a tentativa do Flamengo de repatriá-lo.

Juan vestiu a camisa número 18 em sua apresentação pelo Inter e afirmou que deve reunir condições físicas de estrear em breve, embora não dispute uma partida oficial desde o final da temporada passada do futebol europeu. “Praticamente voltei de férias agora. Desde o dia 5 estava treinando com a Roma. Mas meu intuito é estar em campo o mais rápido possível, desde que seja nas condições física e técnica ideais. Mas me sinto 100%”, avisou.

Já ao comentar sobre como será voltar a jogar no Brasil após uma década atuando na Europa, o jogador admite que precisará de um tempo para se adaptar novamente, mas acredita que esse período deverá ser curto. “Saí muito jovem do Brasil. Ganhei experiência e inteligência, leitura de jogo, na Europa. A readaptação vou ter que buscar, com certeza, pois estou voltando para um futebol novo, que evoluiu muito depois de 10 anos. Mas conto com a ajuda dos companheiros para atingir isso o mais rápido possível”, disse.

TIO COLORADO – Juan ainda revelou que se tornou um zagueiro por causa da influência de um tio que é torcedor do Inter, depois de começar a dar os primeiros passos para se tornar jogador profissional atuando mais adiantado, no meio-campo.

“Tenho uma ligação de parentes em Porto Alegre por parte da minha mãe. Tenho poucas recordações de infância aqui. Mas tem uma pessoa em especial, que não está mais entre a gente, que é o meu tio Antônio. Ele era colorado, e sou zagueiro por causa dele. Como quase todo mundo, eu jogava do meio para frente quando estava na escolinha do Flamengo, quando tinha oito ou nove anos. Mas ele viu meu talento e fez com que eu jogasse na defesa. Ele deve estar muito feliz por eu estar jogando na cidade dele e no time dele”, enfatizou.