Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Joseph Blatter faz retrospectiva do ano e ressalta a Copa

O Presidente da Fifa e o secretário-geral Jérôme Valcke falam em vídeo que a Copa do Mundo do Brasil 2014 foi a melhor que já viram

Por Da Redação 23 dez 2014, 17h02

Depois de um ano intenso, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, fez um balanço de tudo que aconteceu em 2014, focando principalmente na Copa do Mundo realizada no Brasil. O dirigente não poupou elogios à competição e garantiu que foi o melhor Mundial que já acompanhou. “Foi a número 1, sem dúvida a número 1. Falando especificamente sobre o esporte, o futebol que foi apresentado, foi a primeira vez que vi os jogos desta forma. Normalmente, na primeira fase são jogos mais táticos, mas dessa vez tivemos muitos gols, que deram à Copa um aspecto ofensivo, de muitas oportunidades, e de ambiente cheio de emoção do primeiro ao último jogo”, disse em vídeo publicado no site da entidade.

Leia também:

Copa no Brasil teve segundo maior público da história

Messi é eleito o craque da Copa; Neuer é o melhor goleiro

Alemanha marca no final e conquista o tetra no Rio

Porém, os elogios de Blatter não se resumiram apenas ao que foi visto em campo. O presidente da Fifa também fez questão de aprovar a organização, mesmo após tantos atrasos em estádios e obras de infraestrutura. “Foi um grande futebol, uma grande organização. Talvez esperássemos alguns problemas sociais, mas sempre disse que quando a bola começasse a rolar estes problemas estariam acabados. Porque o Brasil é um país de futebol e refletiu isso na organização. Foi incrível”, avaliou.

A análise foi entoada pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke. Principal elo entre a entidade e o governo brasileiro ao longo de toda a organização, ele viu de perto os problemas e as dificuldades enfrentadas pelo País, mas no fim também ficou extremamente satisfeito com o Mundial. “Foi um grande sucesso, um sucesso para os fãs, para todas as pessoas que foram ao Brasil. Todos eles adoraram a atmosfera, já conheciam o Brasil e confirmaram o que o País tem para oferecer ao mundo. Tivemos um grande futebol e um grande campeão”, avaliou, exaltando também a campanha da campeã Alemanha.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade